Cinema e Séries

Com saída de Andrew Lincoln, Norman Reedus ganha protagonismo em 'The Walking Dead'

Nona temporada estreia neste domingo (7) na Fox, às 22h30

Rick (Andrew Lincoln, à esq.) e Negan (Jeffrey Dean Morgan) terão sua trégua ameaçada
Rick (Andrew Lincoln, à esq.) e Negan (Jeffrey Dean Morgan) terão sua trégua ameaçada - Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

As primeiras cenas da nona temporada da série apocalíptica de sucesso "The Walking Dead" mostram a cidade de Alexandria reerguida, com Rick (Andrew Lincoln), Michonne (Danai Gurira) e a pequena Judith em paz, após as baixas da fase anterior. Caso não queira saber, pare de ler por aqui.

A atração volta ao ar neste domingo (7), também na Fox Premium, na mesma noite de estreia nos Estados Unidos. Serão 16 novos episódios, divididos em duas partes a serem concluídas em 2019. Após a morte de Carl (Chandler Riggs) e a prisão de Negan (Jeffrey Dean Morgan), o programa dá um salto temporal de 18 meses para mostrar os mocinhos finalmente vivendo momentos de tranquilidade.

Nesta temporada, Rick supervisionará um grande projeto e estabelecerá ligações entre cinco comunidades para tentar construir um futuro pacífico, em que cada vida importa, como era o desejo de Carl.

Enquanto isso, manterá Negan preso, para enorme desgosto de Maggie (Lauren Cohan) e Daryl (Norman Reedus), que deixaram claro na própria oitava temporada que não concordariam em manter o vilão vivo. Mas esse não será o único problema dos sobreviventes.

Uma novidade no elenco é a atriz inglesa vencedora do Globo de Ouro Samantha Morton, líder do grupo Os Sussuradores, os novos e débeis antagonistas de Rick Grimes e seus amigos. Também importados da história em quadrinhos que originou a série, esses personagens sobrevivem fingindo serem zumbis, banhados de sangue, entranhas e pele de pessoas mortas.

O mais curioso é a sua ideologia: eles acreditam que o apocalipse zumbi é, na verdade, uma forma de incentivar a evolução na sociedade e a restauração da ordem natural das coisas. Uma das poucas certezas desta temporada é a mais ousada das mudanças realizadas até então.

Mocinho presente desde o início da atração, Rick (Andrew Lincoln) não continuará no décimo ano de história. Deve ser substituído por Daryl Dixon (Norman Reedus), papel que cresceu e, aos poucos, conquistou o público. O próprio ator já tranquilizou os fãs da série e prometeu que não vai deixá-los na mão.

"Eu gosto da minha vida aqui. Eu gosto de andar de moto da minha casa para o trabalho e minha família está aqui”, disse à revista The Hollywood Reporter. Há até quem diga que o personagem, de veia bastante dramática e ogra, vai ganhar um romance.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem