Carnaval

Baile da Vogue sai de São Paulo para o Copacabana Palace sem temer comparações

Em busca de renovação, festa vai para sede de outra tradicional folia dos famosos

Sabrina Sato no baile da revista Vogue no hotel Unique na edição de 2019, em SP

Sabrina Sato no baile da revista Vogue no hotel Unique na edição de 2019, em SP Greg Salibian-23.mar.2019/Folhapress

São Paulo

Um baile de Carnaval de alto luxo, que reunirá extensa lista de convidados famosos no Copacabana Palace, no Rio de Janeiro. Não, não é o tradicional Baile do Copa. É o Baile da Vogue, que acontece nesta sexta-feira (7) pela primeira vez no icônico hotel de luxo carioca, uma bem-vinda mudança de ares.

A edição passada do evento foi adiada após a polêmica envolvendo a festa de aniversário da diretora da Vogue Brasil, Donata Meirelles, com temática colonial. Os internautas consideraram que o cenário da celebração, ocorrida em Salvador, lembrava a escravidão.

Meireles negou e se desculpou, e poucos dias depois a Vogue anunciou que precisava de mais tempo para transformar o baile de Carnaval “numa plataforma de inclusão no universo da moda”. Foi o 15º e último Carnaval da revista de Moda em São Paulo. 

A escolha pelo Rio de Janeiro foi uma retribuição ao cenário de moda e cultura da cidade, afirma Paula Merlo, diretora de conteúdo da Vogue Brasil. “A gente queria dar um ‘abraçaço’ no Rio. A cidade está passando por um momento delicado e a gente deve tanto para ela. Queremos dar de volta.”

 

Já a preferência pelo Copacabana Palace, que sedia seu próprio baile de Carnaval no próximo dia 22, foi, segundo a revista, por ser um dos ícones do Rio de Janeiro. A ideia é que, nos próximos anos, a festa migre para outros pontos importantes da cidade.

“Não tememos comparações com o Baile do Copa. O Baile da Vogue tem o DNA da Vogue, os convidados são pessoas que fazem parte da marca e o Copa faz parte da história da cidade. Não tem comparação nenhuma”, garante Merlo. 

A mudança vai além do CEP, afirma a diretora de conteúdo. Sem as tradicionais musas (afinal somos todas musas e rainhas, diz), a festa ganhou oito embaixadores, responsáveis por trazer, cada um, dez amigos com a cara do Rio de Janeiro para a celebração. 

São eles a influenciadora digital Luiza Brasil, a estilista Lulu Novis, o ator e cantor Jonathan Azevedo, o fotógrafo André Nicolau, a atriz Livia De Bueno, o estilista Thomaz Azulay, o maquiador das famosas Ale de Souza e a designer de joias Maria Frering. “Assim o baile fica bem Rio de Janeiro, bem misturado”, diz Merlo. 

O restante da lista de 2.500 convidados é escolhido a dedo, muitos dedos. O relações públicas Betinho Pacheco divide a missão com a própria Merlo, Daniela Falcão, presidente no Brasil da Condé Nast, dona da Vogue, a equipe do marketing da revista. “Essa é que é a graça, os convidados são muito diferentes”, afirma Merlo.

Diferenças à parte, há nomes que nunca saem da lista, como Sabrina Sato, que há 11 anos é presença garantida no evento, e as globais Gloria Maria, Juliana Paes, Isis Valverde, e Bruna Marquezine. Entre as celebridades do mundo da moda, há convite garantido para Oskar Metsavaht, Celso Kamura, Reinaldo Lourenço, Alexandre Birman, Walério Araújo e Dudu Bertolini.

Já os anônimos têm que se contentar em curtir as fotos no Instagram. Há apenas 150 convites à venda exclusivamente para marcas parceiras da Vogue. Diferente do Baile do Copacabana Palace, que permite um gostinho da folia em alta sociedade a quem pagar a partir de R$ 2.100. 

Para pisar no tapete vermelho da Vogue, é preciso usar roupa gala ou fantasia inspirada no tema da noite: “Jardim das Delícias – uma noite de surrealismo tropical em ode ao Rio de Janeiro”. 

“E a gente pede que os convidados respeitem o próximo e não escolham figurinos que ofendam cultura alheia ou minorias políticas”, afirma a diretora da Vogue. Se alguém ficar em dúvida sobre o que vestir, a revista manda referências. 

Dentro dos salões do Copacabana, haverá dois palcos simultâneos ocupados por Ivete Sangalo, Ludmila, DJ Carol Ponce e as baterias da Grande Rio e da Mangueira, entre outras atrações. 

Aproveitando a parcela considerável de paulistas na lista de convidados, a Vogue decidiu transformar a festa em um fim de semana de celebração. Além do baile, haverá uma feijoada no sábado (8) para 400 convidados no Hotel Fairmont, ao som de Jorge Aragão, e um passeio de catamarã pela orla da cidade no domingo (9), para apenas 60 pessoas.

"Vale a pena estender a programação e curtir o lifestyle Vogue Rio de Janeiro”, defende Merlo. 

 
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem