Carnaval 2018

Cláudia Leitte diz que é uma 'atleta de trio elétrico' no Carnaval

Claudia Leite vestida de salva-vidas no carnaval de Salvador em 2017
Claudia Leite vestida de salva-vidas no carnaval de Salvador em 2017 - Secio Freitas/Divulgacao

São Paulo

Cláudia Leitte, 37, não esconde seu amor por atividade física. O corpo malhado é, como ela comenta, seu maior aliado no Carnaval. "Em cima do trio, sou uma atleta", diz a cantora, capa da revista "Boa Forma" de janeiro. 

No ar como jurada do "The Voice Kids" (Globo), Leitte se aproxima da reta final de sua preparação para o Carnaval 2018. A cantora participa tradicionalmente da festa de rua de Salvador, intercalando os quatro dias de Carnaval entre trio elétrico e apresentações em palcos ao redor da cidade.

"Puxar trio é como uma atividade física: se você perde um pouquinho o contato com o público, o músculo esfria, a energia esfria", comenta ela, em entrevista à publicação. A cantora acrescenta que, enquanto se apresenta, não gosta de fazer pausas. 

"Não tem intervalo! Eu não desço de lá, não vou para um cantinho comer, nada... Nem faço xixi! É só transpirando, só no sovaco", brinca.

O segredo para aguentar o "fervo" é simples: muita malhação e alimentação saudável. "Me alimento superbem desde criança. Meu avô mandava legumes e verduras pra gente. Minha mãe passava no supermercado só para comprar produtos de limpeza. A comida mesmo vinha toda da Feira das Sete Portas [mercado típico de Salvador]".

Em casa, a cantora não perde a oportunidade de se movimentar. Mãe de David, 8 e Rafael, 5, ela conta que usa o videogame para dançar com os filhos. "Quase todo dia colocava o treino de dança no videogame e passava meia hora brincando com os meninos. É uma malhação mais lúdica. Trabalha isometria, fortalece o corpo todo e é bom para o condicionamento físico, para o palco."

A paixão pela dança aparece sempre em suas músicas. Em entrevista ao "F5", Claudinha comenta que muitas vezes a coreografia surge antes mesmo de a música estar gravada. Seu último hit, "Lacradora" com Maiara e Maraisa foi assim. "Surgiu da regência da música, a batida mesmo inspirou a coreografia. Foi uma brincadeira nossa que deu muito certo", comentou ela. 

 
Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem