Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui para continuar.

Celebridades

Nelson Piquet comenta manobra de Lewis Hamilton e usa termo racista: 'Neguinho'

Em um vídeo de 2021, ex-piloto critica o inglês por acidente na pista com Max Verstappen

Em foto colorida, homem de camisa cinza olha para baixo enquanto conversa com os jornalistas durante uma entrevista
Ex-piloto Nelson Piquet ainda chama de 'sacanagem' manobra de Hamilton com o namorado da filha Kelly - Vinícius Pereira/Folhapress)
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Rio de Janeiro

Um vídeo de 2021, em que Nelson Piquet analisa um acidente no Grande Prêmio da Inglaterra entre Lewis Hamilton e Max Verstappen voltou circular nesta final de semana e vem causando polêmica nas redes. Em determinado momento, o ex-piloto chama o inglês heptacampeão mundial de Fórmula 1 de "neguinho".

Em entrevista ao jornalista Ricardo Oliveira, Piquet criticou Hamilton por não ter tirado o pé logo na primeira volta do GP da Inglaterra na curva Copse, uma das mais famosas de Silverstone. O fato aconteceu em julho do ano passado, quando os dois disputavam a liderança da competição. Piquet, que é sogro de Verstappen, namorada da filha Kelly, acusou o inglês de ter feito uma "pu** sacanagem".

Ele ainda comparou a batida dos carros com a confusão que tinha acontecido com Ayrton Senna e Alain Prost na largada do Grande Prêmio do Japão em 1990. "O neguinho meteu o carro e não deixou [o outro piloto desviar]". O Senna não fez isso. O Senna saiu reto. O neguinho deixou carro porque não tinha como passar dois carros naquela curva. Ele fez de sacanagem. A sorte dele foi que só o outro se fu*** [ Verstappen].Fez uma pu** sacanagem", disparou Piquet.

No final da temporada, em dezembro, o holandês Max Verstappen conquistou a vitória do GP de Abu Dhabi e seu primeiro campeonato mundial da carreira, ultrapassando Lewis Hamilton na volta final.

O vídeo viralizou e Nelson Piquet acabou sendo bastante criticado. Alguns internautas até lembraram que o tricampeão mundial dirigiu o Rolls-Royce de Jair Bolsonaro na parada do Feriado do Dia da Independência, no dia 7 de setembro de 2021.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Mais lidas