Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades

Ex-namorada de Johnny Depp diz que ele já era ciumento e controlador em 1994

Ellen Barkin diz que ele jogou garrafa em quarto de hotel

O ator Johhny Depp durante depoimento nos Estados Unidos - AFP
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Ex-namorada de Johnny Depp, 58, a atriz Ellen Barkin, 68, teve um testemunho gravado em 2019 usado no julgamento que envolve o ator e a ex-mulher Amber Heard, 36. Segundo ela, Depp já demonstrava um comportamento ciumento, violento e controlador nos anos 1990, época em que tiveram um relacionamento.

Em 1994, uma amizade platônica virou sexual, segundo reporta o EOnline. "Ele era apenas um homem ciumento", testemunhou Barkin. Ela contou que ele sempre perguntava a ela onde estava indo e o que havia feito na noite anterior.

A atriz afirmou que era comum o astro de Hollywood ter ciúme e que em certa ocasião ele achou que ela estivesse fazendo sexo com outra pessoa ao encontrar um arranhão nas costas dela.

Em outra parte do depoimento, segundo o EOnline, Barkin disse que Depp jogou uma garrafa de vinho numa parede de um quarto de hotel em Las Vegas, mas que, apesar de ela estar no local, não pegou nela. De acordo com a Reuters, Depp chamou as alegações de Barkin de "inverídicas" e reiterou que não tinha problemas para controlar a raiva.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem