Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades

Tarcísio Meira é indicado ao prêmio Bibi Ferreira por última peça de teatro

Ele concorre com Sérgio Mamberti na categoria melhor ator

Insensato Coração - Tarcísio Meira - João Miguel Jr/Globo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Tarcísio Meira foi indicado ao 8º prêmio Bibi Ferreira na categoria melhor ator pela sua última peça de teatro “O Camareiro”. O ator morreu aos 85 anos no dia 12 de agosto devido a complicações decorrentes da Covid.

Tarcísio concorre ao prêmio com outro ator consagrado, Sérgio Mamberti, que morreu no dia 3 de setembro aos 82 anos. Ele disputa o prêmio pela sua atuação na peça “O Ovo de Ouro”. O filho do ator, Tarcísio Meira Filho, confirmou presença da cerimônia de premiação nesta quarta-feira (20), no Teatro Sérgio Cardoso.

Também disputam o prêmio o ator Cássio Scapin pela atuação na peça “O Camareiro”; Daniel Dantas com “O Inoportuno”; Fabrício Pietro com “Jardim de Inverno”. A cerimônia de premiação acontece nesta quarta (20), no Teatro Sérgio Cardoso, com todos os protocolos de segurança.

A peça "O Camareiro” também concorre nas nas categorias Melhor peça, Direção, Cenário, Figurino e Desenho de Luz. Marcos Azevedo e Karen Coelho disputam a categoria de melhor ator e atriz coadjuvantes pela mesma peça.

Criado em 2013 pelo ator e produtor Marllos Silva, o Prêmio Bibi Ferreira nunca escondeu sua ambição: ser o equivalente nacional dos Tony Awards, a mais importante premiação do teatro americano.

Os Tonys premiam apenas musicais e peças convencionais (ou “de prosa”) que estreiam na região da Broadway, em Nova York. Mesmo cobrindo uma área tão restrita, têm repercussão mundial.

Já o Bibi Ferreira nasceu como uma premiação exclusiva do teatro musical, apenas para espetáculos produzidos na cidade de São Paulo. Mas, em 2019, ao chegar à sua sétima edição, o prêmio decidiu criar mais 11 categorias, voltadas ao teatro convencional.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem