Celebridades

Alec Baldwin: Vaquinha online arrecada fundos para família de Halyna Hutchins

Diretora de fotografia morreu após tiro acidental do ator no set de filmagem

Halyna Hutchins, morta por tiro acidental, disparado por Alec Baldwin, nos bastidores de "Rust" - Instagram/#halynahutchins
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Uma vaquinha virtual está arrecadando desde sexta-feira (22) fundos para ajudar a família da diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42, morta por um tiro acidental disparado pelo ator Alec Baldwin, 63, no set de gravações do filme "Rust", nos Estados Unidos.

A vaquinha, que foi compartilhada pelo ator Elijah Wood, 40, nas redes sociais, foi criada pelo Iatse Local 600 (International Cinematographers Guild), que representa profissionais do cinema e da televisão como diretores de fotografia, operadores de câmera e técnicos de imagem.

Até a manhã deste sábado (23), a iniciativa já tinha acumulado quase US$ 80 mil (cerca de R$ 450 mil). Na página, o Iatse afirma que a quantia é destinada ao marido de Hutchins e ao filho de nove anos do casal "nesse momento difícil". "Nós encorajamos você a doar, se puder", diz.

Hutchins morreu na última quinta (21) após ser atingida na região do estômago no set do filme "Rust", que estava sendo rodado no estado do Novo México, nos Estados Unidos. O direto do filme, Joel Souza, 48, também ficou ferido, mas já deixou o hospital.

O tiro foi disparado por Baldwin, que não sabia que a arma estava carregada, segundo as investigações. Apesar de ainda ser desconhecida a responsabilidade pelo acidente, o sindicato de Hollywood afirmou que havia munição real no local. Já a arma foi entregue ao ator pelo assistente de direção Dave Halls.

Informações da polícia, no entanto, apontam que Halls não sabia que a arma tinha munição de verdade e chegou a afirmou que ela não estava carregada gritando "arma fria". De acordo com o jornal Los Angeles Times, membros da equipe já tinham reclamado das condições de trabalho no set.

Após o disparo, Baldwin, que também é produtor do filme, teria questionado o motivo de ter recebido uma arma com munição. Testemunhas dizem que o ator ficou transtornado e chorou muito do lado de fora das instalações.

Em suas redes sociais, ele falou pela primeira vez sobre o choque e tristeza causados pelo acidente que tirou a vida de Halyna Hutchins, e disse estar em contato com a família da colega. "Eu estou cooperando com a investigação policial para descobrir como essa tragédia aconteceu", escreveu.

O set e uma velha igreja foram bloqueados, de acordo com relatos da imprensa local. Bonanza Creek Ranch é conhecido por produções de filmes de faroeste. O caso segue em investigação. Uma fonte próxima disse que Baldwin foi interrogado e estava chorando, segundo o Santa Fe New Mexican.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem