Celebridades

Mônica Martelli diz que não assiste aos filmes que fez com Paulo Gustavo

'Tem que inventar uma vida sem aquela figura que era tão presente', afirma atriz

Mônica Martelli fala sobre vida após morte de Paulo Gustavo - Vitor Lisboa/WAY Star/Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Mônica Martelli, 53, contou que não tem assistido aos filmes que fez com Paulo Gustavo (1978-2021). "Minha vida hoje é uma vida antes e depois, porque você tem que inventar uma vida sem aquela figura que era tão presente", disse a atriz e apresentadora, recordando o humorista que morreu em maio em decorrência de complicações da Covid-19.

"Uma pessoa como Paulo Gustavo, com a personalidade que ele tinha, e o tamanho que ele ocupava na minha vida, a gente tinha muitos projetos juntos", contou a atriz em conversa com Ana Furtado, no É de Casa (Globo), deste sábado (18). Eles atuaram juntos nos longas "Minha Mãe É Uma Peça - O Filme" (2013), "Os Homens São de Marte e É Pra Lá Que Eu Vou" (2014) e "Minha Vida em Marte" (2018).

"É diariamente tentar que a dor não seja maior que a alegria que foi ele ter feito parte da minha vida. Ter tido a convivência que eu tive com um cara como Paulo Gustavo, que foi um gênio, foi um privilégio que eu vivi", disse Martelli, destacando que o contato com a natureza a ajudou a se reconectar consigo mesma após os momentos difícies vividos com a crise sanitária mundial.

"Eu sou uma pessoa otimista, uma mulher alegre. Só que essa obrigação de ser feliz o tempo inteiro é muito pesada, porque nós temos momentos de tristeza e angústia. E eu na pandemia tive muitos momentos assim e as plantas vieram num momento muito importante para mim", disse a artista, relembrando que cresceu em uma casa com árvores frutíferas. "A natureza tem aquela capacidade do encantamento".

Em julho, a atriz se desculpou após duras críticas por comparecer ao aniversário da atriz Marina Ruy Barbosa, 26. "Estamos na luta e luto diários, então o que qualquer um de nós faz impacta na vida de todos. Não é o momento de reuniões e aceito todas as críticas direcionadas a mim."

"Sou uma mulher, cidadã e artista de 53 anos e sei da minha responsabilidade com a sociedade, meu público e meu país", completou a apresentadora, que disse ter sido testada para comparecer ao evento de 20 pessoas.

Ela recebeu o apoio da irmã de Paulo Gustavo, Ju Amaral, que na ocasião publicou no Instagram Stories uma frase do médium Chico Xavier (1910 - 2002) e marcou Martelli. "A melhor maneira de aprender a desculpar os erros alheios é reconhecer que também somos humanos, capazes de errar talvez ainda mais desastradamente que os outros."

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem