Celebridades

Thales Bretas posta vídeo de Paulo Gustavo e desabafa: 'Noites difíceis'

Morte do ator, em decorrência da Covid, completa um mês na sexta

Paulo Gustavo e Thales Bretas
Paulo Gustavo e Thales Bretas - Instagram/ThalesBretas
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Quase um mês após a morte do ator Paulo Gustavo (1978-2021), seu marido, o médico Thales Bretas, usou as redes sociais neste sábado (29) para desabafar sobre a saudade que sente: “As noites são mais difíceis sem você, meu amor”, afirmou.

“Que saudade que eu estou de viver com você. Viajar, rir das suas palhaçadas, dessa alegria que preenchia todo e qualquer cômodo a todo momento”, completou ele, que postou um vídeo do ator brincando sobre seu traje durante uma viagem à Austrália.

Bretas já tinha usado as redes sociais nessa semana para criticar os boatos de que ele estaria tendo um novo romance. “Fico impressionado como as pessoas são oportunistas e maldosas! Não respeitam nada nem ninguém!”, afirmou na ocasião.

Paulo Gustavo morreu dia 4 de maio, aos 42 anos, após quase dois meses internado em um hospital da zona sul do Rio, devido a complicações da Covid-19. Antes da confirmação da morte, a equipe médica já tinha classificado seu quadro como irreversível.

O corpo do ator foi cremado em cerimônia restrita dois dias depois, no Cemitério e Crematório Alto da Colina, em Niterói, no Rio de Janeiro. Durante a Missa de Sétimo Dia de Paulo, realizada no último dia 11, Thales Bretas agradeceu pelos sete anos que passou ao lado do marido.

“O amor é transformador e o nosso não só me evoluiu para sempre como alcançou várias famílias para sempre como exemplo de tolerância, respeito e união. Tínhamos tantos planos para tantos anos que acho que é para além desta encarnação”, comentou ele, que tem dois filhos, Gael e Romeu, com o ator.

Bretas também disse, na ocasião, que o marido o fazia se sentir o homem mais especial do planeta e revelou que no começo não acreditou que eles poderiam dar certo por serem muito diferentes. “Ele ouvia Beyoncé; eu, Marisa Monte.”

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem