Celebridades

Will Smith diz que considera carreira política: 'Farei a minha parte'

Ator falou sobre a possibilidade de um cargo político em podcast

O ator Will Smith durante tapete vermelho do filme Aladdin no El Capitan Theatre em Hollywood nos Estados Unidos - BRAZIL PHOTO PRESS/21-05-2019
São Paulo

O ator Will Smith, 52, contou que considera uma carreira política no futuro, em entrevista ao podcast Pod Save America. O artista consagrado em trabalhos como "MIB - Homens de Preto" (1997) e "Um Maluco no Pedaço" (1990), afirmou que "certamente farei a minha parte, quer continue a ser artística ou, em algum momento, me aventure na área política".

O cineasta Jon Fraveau questionou o ator sobre a possível carreira política: "Você já falou, às vezes brincou, sobre entrar na política. O que o fez pensar em entrar na política e concorrer, e o que até agora o impediu de dar o salto?". Will, então, deixou claro que prefere esperar "a poeira abaixar" após a saída de Donald Trump da presidência antes de se envolver.

"Acho que, por enquanto, vou deixar que o gabinete [presidencial dos EUA] fique um pouco limpo e depois vou considerar isso em algum momento. Não sei, é como se eu tivesse uma opinião absoluta, mas sou otimista, tenho esperança, acredito no entendimento entre as pessoas e acredito na possibilidade de harmonia", disse o ator.

Recentemente, Will Smith trabalhou na produção executiva do sucesso "Cobra Kai", que iniciou a terceira temporada em janeiro deste ano. A série é uma continuação da franquia de filmes Karatê Kid. A trama se passa 30 anos depois do Torneio de All Valley, disputado por Daniel LaRusso (Ralph Macchio) e Johnny Lawrence (William Zabka). As duas primeiras temporadas chegaram à Netflix no começo deste ano.

A terceira temporada mostra o que ocorreu após a violenta briga que colocou Miguel (Xolo Maridueña) em risco. "Enquanto Daniel procura respostas em seu passado e Johnny busca redenção, Kreese (Martin Kove) manipula ainda mais seus alunos vulneráveis ​​com a sua própria visão de dominação", diz a sinopse.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem