Celebridades

Phoebe Dynevor, de 'Bridgerton', diz que cenas de sexo eram coreografadas: 'Seguro'

Atriz elogiou profissional de treinamento nos bastidores

A atriz Phoebe Dynevor e o ator Regé-Jean Page da série "Bridgerton", disponível na Netflix - Liam Daniel/Divulgação
São Paulo

A atriz inglesa Phoebe Dynevor, 25, revelou que todas as cenas de sexo da série da Netflix “Bridgerton“ foram coreografadas. Além disso, havia nos bastidores da série queridinha do momento uma profissional que ajudava em todos os momentos para que nunca houvesse nenhum tipo de abuso de intimidade.

“Quando lemos o roteiro, vimos que havia muitas cenas de intimidade. Eram altamente coreografadas. Nós estávamos tão preparados quando chegamos no set que eu sabia exatamente o que fazer, onde a mão dele estaria. Era tudo muito específico, por isso nós dois nos sentimos muito seguros quando finalmente fomos filmar”, revelou a protagonista ao jornal O Globo.

Na trama, Phoebe vive Daphne Bridgerton, uma moça da alta sociedade da Londres do século 19 que acaba por se envolver com o Duque de Hastings (Regé-Jean Page). É com ele que as cenas de muita intimidade acontecem.

O ator, aliás, riu dos boatos de que estaria namorando Phoebe na vida real. “Acho que tudo o que você precisa saber está na câmera. É por isso que apresentamos tudo tão bem para você”, brincou Regé-Jean Page, 31, à revista People. “Todas as faíscas saíram dos belos roteiros que nos foram entregues, então acho que esse material é mais do que suficiente”, acrescentou o ator.

A série é atualmente a mais assistida do Brasil na plataforma. Ela também está no topo do ranking em mais de 70 países. Phoebe, porém, ainda não conseguiu curtir a fama que a série, que estreou no fim de 2020, trouxe a ela. Isso porque a pandemia do novo coronavírus não tem deixado sair às ruas como em outros tempos.

“Quando a série saiu, a pandemia ficou muito ruim aqui. É um tempo estranho para esse sucesso estar acontecendo [na minha vida]. O mundo está surreal. Não saí de casa desde o lançamento. O sucesso é na tela, no laptop, eu não experimentei a coisa na vida real, então estou distante”, disse.

Outra pessoa que colhe os frutos do sucesso na série é o próprio Regé. Ele tem sido cotado para ser o novo James Bond nos cinemas.

Segundo a revista Variety, as probabilidades de quem assumirá o cargo deixado por Daniel Craig têm sido vistas de perto pela casa de apostas britânica Ladbrokes. E Regé está bem cotado, subindo nas pesquisas. Atualmente seu nome pertence ao top 5.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem