Celebridades

Myrian Rios retorna aos palcos após 20 anos com monólogo: 'Privilegiada e abençoada'

Com 45 anos de carreira, atriz diz estar focada nos projetos e filhos

Atriz Myrian Rios vive Rainha Ester na volta ao teatro após 20 anos Pedro Arthur Rios/Divulgação

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Mariana Arrudas
São Paulo

O ano de 2021 começou com comemoração dupla para a atriz e apresentadora Myrian Rios, 62. Além de celebrar seus 45 anos de carreira, ela também retorna aos palcos após duas décadas, dando vida a Rainha Ester em um monólogo, escrito pelo ator Cyrano Rosalém, que atuou no filme "Nosso Lar" (2010), e dirigido por Rogério Fabiano, que esteve na 18ª temporada de "Malhação" (Globo, 2010).

Myrian, que fez sucesso em novelas como "O Clone" (Globo, 2001) e "Ti Ti Ti" (Globo, 1986), contou ao F5 que seu retorno na peça "Rainha Ester, a Escolhida por Deus para Salvar o Povo Judeu", em cartaz no teatro West Plaza, em São Paulo, é uma realização. "Me senti privilegiada e abençoada por comemorar 45 anos de carreira num monólogo de uma história de uma mulher forte e determinada", diz

A atriz fala de sua ligação com a personagem da Rainha Ester, e afirma que ambas têm em sua história a fé muito presente. “Tudo o que ela faz, consagra a Deus. Eu também sou uma pessoa que em tudo o que eu falo, a cada passo, eu faço uma oração pedindo a Deus que me ilumine”, completou.

A peça estreou no dia 14 de novembro, na cidade de Ribeirão Preto, interior de SP. Desde então, teve apresentações em Petrolina, em Pernambuco, e na cidade paulista de São José dos Campos. Agora está em cartaz na cidade de São Paulo, e Myrian diz que pretendem ficar até dia 28 de fevereiro, “se tudo correr bem”.

Além disso, todo o trabalho e produção do monólogo foram feitos de forma minuciosa. Myrian comenta que o texto foi escrito e baseado em muitos estudos, não apenas da personagem, mas também de todo o contexto histórico. “Foram quase dois meses só no texto, marcando cada parágrafo, buscando as entrelinhas, para poder passar para o público a verdadeira emoção e objetivo da Ester”, explicou.

Quanto ao estilo do texto, ela confessou ser uma experiência nova em sua carreira. A opção de criar um monólogo também foi muito ligada à “falta de patrocínios e apoios culturais”, segundo a atriz, mas ela topou o desafio. “Aceitei por dois motivos: gostaria de ter a experiência de fazer um monólogo e pela dificuldade de você montar um espetáculo”.

“Tem sido bem difícil, mas prazeroso e uma realização profissional sensacional”, disse Myrian sobre a experiência de criar e atuar em um espetáculo em meio à pandemia, e também assegurou que o teatro está cumprindo todos os protocolos de segurança. Ela contraiu a Covid-19 no ano passado, e conta que foi assintomática, perdendo apenas o paladar e olfato, que “ainda oscila”.

Também contou que o cenário, maquiagem, cabelo e vestuário utilizados no espetáculo são frutos de parcerias que a equipe conseguiu ao longo das apresentações, mas lembra que a peça precisa de um apoio maior ainda. “Precisamos muito dessas parcerias, mas estou sempre pedindo a Deus por algum patrocinador”, desabafou.

MYRIAN E ROBERTO

Além de seus trabalhos, a atriz também afirma que se sente honrada em, após anos, ainda ter sua figura ligada a Roberto Carlos, 79, e vice-versa. “As pessoas olham para o Roberto e lembram de mim, olham para mim e lembram do Roberto”, conta. Ela também diz que seu relacionamento com o cantor foi cheio de amor, carinho e respeito, e que isso marcou os fãs. “Eles foram felizes nos vendo felizes."

Além de estar de volta aos palcos, Myrian também voltou recentemente para a televisão. Após 10 anos como missionária da Canção Nova e ter cumprido seu mandato como deputada no Rio de Janeiro, a artista estava havia 17 anos sem atuar em novelas. Foi então convidada a participar de “As Aventuras de Poliana” (SBT, 2018) que está na sua segunda temporada e prevê retomar as gravações ainda em 2021.

“Foi sensacional, foi a primeira vez que eu trabalhei no SBT e tive uma experiência muito, muito feliz”, comentou. A artista ressaltou também que a emissora tem um tratamento diferente de outras que ela já trabalhou, justamente por ter o foco no público infantojuvenil e trabalhar com muitas crianças. Ela brinca que se sentia em uma escola durante os intervalos das gravações da novela.

Para o ano de 2021, em paralelo à exibição da peça “Rainha Ester”, Myrian toca a produção de um espetáculo infantojuvenil, outro espetáculo liberado pelo psiquiatra e escritor Augusto Cury e outro monólogo escrito por Cyrano, “Cleopatra”. “Já temos tudo caminhando ao mesmo tempo, para poder emendar um no outro”, completa.

Agora, ela se vê totalmente dedicada aos seus novos projetos, mas também aos seus filhos: Edmar Mank, 24, que se dedica à carreira musical de rapper carioca, e Pedro Arthur, 19, que mora com a atriz em São Paulo e segue a carreira de ator. “Vivo para os meus filhos e para o meu trabalho”, afirma.

"Rainha Ester, a Escolhida por Deus para Salvar o Povo Judeu"

  • Quando Até 28 de fevereiro
  • Onde No Teatro West Plaza, em São Paulo
  • Preço R$ 80 (tem meia entrada e ingresso amigo)
  • Classificação Livre
  • Autor Cyrano Rosalém
  • Direção Rogério Fabiano
  • Tel (11) 4858-1421
Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem