Celebridades

Ex de Armie Hammer diz que ator queria fazer churrasco com sua costela para comer

Courtney Vucekovich diz ter sofrido abusos físicos e psicológicos no namoro

Armie Hammer sentado no sofá vestindo camiseta preta e uma calça jeans cinza.
Armie Hammer é acusado de canibalismo - Instagram/armiehammer
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Courtney Vucekovich, ex-namorada de Armie Hammer, 34, afirmou nesta quinta-feira (14) que o astro do filme "Me Chame Pelo Seu Nome" (2017) tinha fantasias ligadas ao canibalismo e que seu relacionamento com o ator era emocionalmente abusivo.

"Ele disse querer quebrar minha costela, fazer um churrasco e comer. Foi muito estranho, mas você não pensa naquilo de novo. Ele dizia querer arrancar um pedaço meu", diz Courtney. em entrevista ao site Page Six. Os dois namoraram de junho a agosto de 2020.

A empresária diz que não pode afirmar se as fotos de conversas que circulam em publicações na internet são verdadeiras, porém, ela ressalta que não duvidaria que fossem. "Ele gosta da ideia de pele nos dentes dele", conta. Além das afirmações e fantasias feitas por Hammer, segundo Courtney Vucekovich, ele usa seu charme e carisma para manipular as mulheres em seus relacionamentos.

"Ele rapidamente prepara você para relacionamento", explica. "Ele cativa você e, enquanto é charmoso, está preparando você para essas coisas que são pesadas e desgastantes. Quando digo consumir, quero dizer mentalmente, fisicamente, emocionalmente, financeiramente, apenas tudo". Ela afirma que ele é um "camaleão" que se transforma exatamente em quem você precisa que ele seja. “Eu não estava segura,”

Vucekovich diz que o ator falava que "ensinaria uma coisa" e a colocava em situações perigosas com as quais ela não concordava. "Deus sabe por qual razão, ele me convenceu de que essas coisas eram normais, e me colocou em algumas situações perigosas que eu não estava bem. Situações em que ele bebia muito e eu não, e isso me assustou", completa.

Ela afirma que estar no relacionamento com o ator era como um trabalho em tempo integral. Que ela precisava se doar por inteiro, e relembra um episódio que em um dia, quando já estavam separados, após passarem três semanas juntos, ela recebeu cem mensagens do ator. "Não queria levar isso para o meu futuro."

A fundadora do aplicativo Flashd, classificou Hammer como a pessoa "mais quebrada" que ela já conheceu. Ela conta que o relacionamento acabou após uma briga explosiva, e que após o término, teve crises de pânico e que se inscreveu em um programa de 30 dias para cuidar dos seus traumas e do transtorno de estresse pós-traumático.

Após as acusações de canibalismo, Armie Hammer foi substituído nas filmagens do filme "Shotgun Wedding" (2021), segundo informações do site TMZ. Segundo a publicação, o ator também comentou sobre as denúncias: "Não estou respondendo a essas declarações porque são besteiras", disse.

"Por causa desses ataques perversos que tenho recebido, não posso, em sã consciência agora, deixar meus filhos por quatro meses para rodar um filme na República Dominicana", disse Hammer que nega ter sido demitido do filme, o qual ele seria o protagonista ao lado da atriz e cantora Jennifer Lopez, 51.

Atualmente, o ator está nas ilhas Cayman, onde seus dois filhos, Harper, 6, e Ford, 3, vivem com sua ex-mulher, a jornalista e apresentadora Elizabeth Chambers, 38. O casal está separado desde julho de 2020, e ele está pedindo a custódia conjunta das crianças no processo de divórcio.

Em entrevista ao jornal Daily Mail, uma amiga de Elizabeth Chambers disse que a jornalista ficou chocada com as acusações contra seu ex-marido. "Muitas das mulheres entraram em contato com a Elizabeth e apesar dela ter se recusado em acreditar no começo, ela hoje sabe que elas estão falando a verdade."

Após a repercussão das acusações, segundo o site New York Post, a casa de Armie Hammer, onde ele morava com sua ex-mulher, perdeu cerca de 86% do valor de mercado. Hammer e Chambers estiveram na casa, localizada na área nobre de Los Angeles, nos Estados Unidos, por menos de dois anos.

Na última semana, uma conta no Instagram, chamada House Of Effie, tem divulgado supostas mensagens de Armie Hammer em seus Stories. Nos textos exibidos, o ator fala sobre canibalismo e estupro, e a dona do perfil alega ter vivido um relacionamento, que foi emocionalmente e fisicamente abusivo, com Hammer enquanto ele era casado com Elizabeth Chambers.

Além de fotos das mensagens, também foram publicadas imagens de machucados feitos pelo ator. Outras mulheres, além de Courtney Vucekovich, também se pronunciaram sobre o caso, divulgando informações no perfil do Instagram House Of Effie.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem