Celebridades

Missa de sétimo dia de Eduardo Galvão será transmitida pela internet

Cerimônia em memória do ator ocorre na igreja Nossa Senhora Aparecida, no Rio

O ator Eduardo Galvão no lançamento da novela ‘Bom Sucesso’ (Globo)
O ator Eduardo Galvão no lançamento da novela 'Bom Sucesso' (Globo). - Estevam Avellar/TVGlobo
São Paulo

A missa de sétimo dia do ator Eduardo Galvão, que morreu aos 58 anos após ficar dias hospitalizado por causa da Covid-19, será nesta segunda-feira (14). A cerimônia se dará na igreja Nossa Senhora Aparecida, na Ilha do Governador, Rio de Janeiro.

A missa poderá ser acompanhada pelos fãs e familiares tanto presencialmente como virtualmente, com transmissão ao vivo pelo canal da TV Aparecida da Ilha no YouTube a partir das 19h. "Queridos, amanhã terá uma missa em intenção do meu pai. É uma missa comunitária, mas será uma oportunidade de estarmos juntos em oração por ele", publicou Mariana Galvão, filha única do ator, em sua conta no Instagram neste domingo (13).

"Pelo momento que estamos passando, quem não puder estar presencialmente, poderá acompanhar pelo YouTube no canal TV Aparecida da Ilha", convidou Mariana.

Galvão morreu na noite do último dia 7. Ele estava internado no Hospital Unimed, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, e não resistiu a complicações causadas pela doença. Diversos amigos do meio artístico ficaram consternados com a notícia. Seu amigo próximo, Stepan Nercessian disse ao G1 que o ator chegou ao hospital com 50% do pulmão comprometido. Os médicos fizeram o possível para que ele não precisasse ser intubado.

Em uma carreira de três décadas, Galvão fez novelas, séries, programas de TV, cinema e teatro. A última participação na Globo foi na novela "Bom Sucesso", de 2019. Ele era formado pela CAL (Casa das Artes de Laranjeiras), no Rio, onde desde jovem ficou conhecido pelo jeito divertido.

Galvão estreou na televisão como o Régis de "O Salvador da Pátria" (1989), na Globo. Na emissora, participou de novelas como "Araponga" (1990), "A Viagem (1994), "Porto dos Milagres" (2001), "O Beijo do Vampiro" (2002), "Paraíso Tropical" (2007) e "Insensato Coração" (2011). Na série "Um Menino Muito Maluquinho", da TV Brasil, foi o pai do personagem principal.

A Record, onde Galvão interpretou o personagem Alan da novela "Apocalipse", em 2017, divulgou uma nota lamentando a morte do ator. "Expressamos nossas condolências aos familiares, amigos e admiradores do talento deste profissional que ajudou a escrever a história da televisão brasileira", diz a emissora no texto.

FAMOSOS COM COVID
​O número de novos casos de coronavírus, assim como em vários estados do país, tem aumentado entre os famosos. Outros nomes conhecidos do grande público estão com a doença em diferentes estágios.

Na última terça-feira (8), a Folha informou que o ator Marco Ricca, 58, está internado há quase uma semana na UTI de um hospital no Rio de Janeiro. Ele está sedado e intubado. O ator contraiu a Covid-19 há mais de 15 dias e, segundo amigos, vem apresentando melhora.

O ator é a segunda baixa nas gravações da próxima novela das 21h da Globo, "Um Lugar ao Sol", de Lícia Manzo. Marieta Severo, 74, recebeu alta na manhã deste sábado (12) após oito dias internada com Covid-19 e pneumonia. A atriz já está em casa, descansando e se recuperando, de acordo com a sua assessoria de imprensa.

Ela deu entrada no Hospital Copa Star, em Copacabana, no Rio de Janeiro, na semana passada, alguns dias após ser diagnosticada com o novo coronavírus. Por ela fazer parte do grupo de risco devido à idade, os médicos acharam melhor tratar a pneumonia no hospital.

Marieta começou a ter sintomas da Covid-19 no dia 24 de novembro, durante as gravações da novela. Com febre e dor de cabeça, ela decidiu fazer um teste no dia seguinte.

Além de Marieta Severo, profissionais da área técnica do folhetim também contraíram a doença, bem como Andréia Horta, sua protagonista e intérprete da neta da personagem de Severo.

Outra atriz da Globo que pegou o novo coronavírus foi Giovanna Antonelli, que frequentava os estúdios para trabalhar na novela "Quanto Mais Vida Melhor". Marco Ricca e Nicette Bruno, ambos com sintomas grave da Covid-19 e ainda internados, não estavam frequentando o local.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem