Celebridades

Programa de Ellen DeGeneres passará por mudanças após queixas de bullying e preconceito

Investigação interna da Warner apura relatos da equipe de The Ellen DeGeneres Show

Ellen Degeneres no 77º Globo de Ouro
Ellen Degeneres no 77º Globo de Ouro - Mario Anzuoni - 05.01.2020/Reuters
Jill Sergeant Lisa Richwine
Los Angeles

Ellen DeGeneres, 62, enviou nesta quinta-feira (30) uma mensagem à equipe de seu programa de entrevistas na TV, dizendo que está tomando medidas para melhorar o ambiente no set após acusações de ser um local de trabalho hostil.

O e-mail surge após uma investigação interna da Warner Bros. Television, que produz o The Ellen DeGeneres Show, sobre queixas que variam de bullying a racismo entre a equipe de produção.

A Warner Bros. Television disse em comunicado que, embora “nem todas as alegações tenham sido corroboradas, estamos desapontados com o fato de as principais conclusões da investigação indicarem algumas deficiências relacionadas ao gerenciamento diário do programa”.

De acordo com a nota, várias mudanças de pessoal e outras medidas estão sendo implementadas. Detalhes não foram divulgados.

As alegações, feitas por vários ex-funcionários em um artigo do BuzzFeed no início de julho, pintaram uma visão radicalmente diferente da vida por trás das câmeras e da vibração positiva apresentada por DeGeneres no programa.

“No primeiro dia do nosso programa, eu disse a todos em nossa primeira reunião que The Ellen DeGeneres Show seria um lugar de felicidade –ninguém jamais elevaria sua voz e todos seriam tratados com respeito”, escreveu DeGeneres no e-mail à equipe, que foi disponibilizado aos repórteres. “Obviamente, algo mudou e estou desapontada”.

Reuters
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem