Celebridades

Amigo de Johnny Depp diz que Amber Heard simulou ferimentos no rosto para acusar ator

Ator acusa jornal de difamação em julgamento que será reiniciado segunda

Johnny Depp deixa tribunal após mais um dia de julgamento em Londres - Tolga Akmen/ AFP
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Londres

A atriz Amber Heard, 34, simulou ferimentos no rosto para chantagear seu ex-marido Johnny Depp, 57, durante o divórcio, afirmou um amigo do ator nesta sexta-feira (17) durante o julgamento do jornal de The Sun, acusado pelo ator de difamação.

O protagonista de "Piratas do Caribe" está envolvido no processo contra o tabloide e seu grupo editorial NGN no Supremo Tribunal em Londres desde a semana passada. O ator acusa o jornal de o retratar como um "agressor de esposas" em 2018, afirmando que ele teria batido em Heard, o que ele nega.

Desde o divórcio em 2017, após dois anos de um casamento tumultuado, Depp e Heard se acusam mutuamente. Após o testemunho de Depp, quando foi questionado por vários dias sobre uso de drogas e álcool, declarações dos funcionários do ator levantaram dúvidas sobre a credibilidade de Heard.

No nono dia de audiências, nesta sexta, o artista Isaac Baruch, amigo de Depp há 40 anos, afirmou que as contusões de Heard ao redor dos olhos, visíveis em fotos publicadas na imprensa em 2016, eram falsas.

"Ela registrou uma queixa fraudulenta por violência doméstica para chantageá-lo durante o divórcio", disse Baruch, em seu depoimento por videoconferência de Los Angeles.

Baruch afirmou que viu a atriz no dia seguinte ao incidente de maio de 2016, durante o qual, segundo ela, Depp, jogou um telefone celular em seu rosto. Ele garantiu que a viu de uma proximidade "de 30 centímetros", mas não encontrou "uma única marca", afirmando ter "100% de certeza". Segundo os advogados de Johnny Depp, a foto foi retocada.

Sasha Wass, que defende a NGN, desabonou o testemunho de Baruch, alegando que ele vivia às custas de Johnny Depp, com hospedagem gratuita e dezenas de milhares de dólares. Ela apresentou uma gravação sem data na qual a atriz indicou a uma de suas funcionárias que ela havia "escondido" suas contusões.

Amber Heard, presente nas audiências, apresentará sua versão dos eventos a partir de segunda-feira (20), durante a terceira e última semana do julgamento.

AFP
Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem