Celebridades

Xuxa pede para Ivete falar sobre Regina Duarte em live; Susana Werner defende secretária

Secretária especial de Cultura deu entrevista na quinta (7) que viralizou

A apresentadora Xuxa Meneghel - Blad Meneghel/ Record TV
São Paulo

Após a entrevista de Regina Duarte, 73, à CNN nesta quinta-feira (7), Xuxa Meneghel, 57, pediu para que Ivete Sangalo, 47, falasse sobre a secretária especial da Cultura durante uma live que a cantora fazia na noite desta sexta (8).

Em meio aos comentários dos fãs de Ivete na live, Xuxa enviou a mensagem: "Menina, fala da Regina Duarte!?". Ivete continuou a live normalmente, sem comentar sobre o pedido da apresentadora ou as falas de Duarte. Os fãs, no entanto, perceberam o pedido, e o nome de Xuxa chegou a ficar entre os dez assuntos mais comentados do Twitter.

A entrevista de Regina Duarte à CNN causou indignação da classe artística. A secretária foi questionada sobre o fato de não ter emitido notas de pesar em relação às mortes de profissionais como Moraes Moreira e Flávio Migliaccio, e minimizou as mortes de artistas em meio à pandemia de coronavírus (Covid-19) e na época da Ditadura Militar (1964-1985).

Famosos como Anitta, Bruno Gagliasso e Walcyr Carrasco fizeram publicações lamentando a fala da secretária. A atriz Susana Werner, no entanto, sai em defesa de Regina Duarte.

"Regina, você antecipou a pegadinha do malandro. Não se preocupe, todos entenderam que você é uma pessoa positiva e não queria falar sobre mortes. Quem tentou que você desdenhasse da ditadura foram eles, mas você apenas citou: vamos falar de vidas e não de mortes! Continue com essa positividade, Regina, força para encarar isso tudo", disse Wernet em uma publicação em seu Instagram.

Em outra publicação, a atriz diz que quer acreditar que o governo Bolsonaro está no caminho certo. "Não voto, não vivo no Brasil, mas passo todos os dias das minhas férias lá (e olha que são 2 meses). Além disso, contribuo com o governo ( tenho uma empresa no Brasil há 20 anos). Não sou partidária, mas acredito no bem e nunca vou torcer para que alguém seja do mal. Vi maldade na matéria da Regina, uma pena", disse.

"Poderia pouco me importar, mas eu me importo. Assim como não me interessa a corrupção, não me interessa a injustiça, nem seguidores que queiram julgar os meus pensamentos e sentimentos."

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem