Celebridades

Rafael Ilha definiu a morte de Gugu como o momento mais difícil de sua vida

Ex-Polegar conheceu apresentador quando tinha 12 anos

Rafael Ilha lamenta morte de Gugu
Rafael Ilha lamenta morte de Gugu - Divulgação/Record
São Paulo

Rafael Ilha, 46, se pronunciou sobre a morte de Gugu nesse domingo (24). O vencedor da edição de 2018 de A Fazenda (RecordTV) afirmou que esse é o momento mais difícil da vida dele. O cantor disse ter demorado dois dias para se pronunciar por ainda não ter conseguido assimilar a informação. 

"Está sendo o momento mais difícil da minha vida, falar sobre o falecimento do apresentador, amigo, Gugu Liberato. Sempre tive como referência. Nunca poderia imaginar que estaria gravando um vídeo sobre a morte dessa pessoa maravilhosa", disse o artista em vídeo publicado no portal da Quem. 

Ilha continuou o relato contando um pouco de sua trajetória ao lado de Gugu. "Foi um cara que conheci com 12 anos, que me lançou na carreira artística com o Polegar, foi um amigo e principalmente um ídolo. Foi minha referência de profissional que admiro até hoje", explicou ao falar do grupo do qual foi vocalista, criado nos anos 90.

O músico, ainda, agradeceu às mensagens de carinho e mostrou-se inconformado com a perda.  "Não tinha condição mesmo, estou perto da minha família, no local de trabalho, e ainda não assimilei, acredito, não acredito... Foi o cara que me ensinou tudo de televisão. Amado por todos que trabalhavam com ele desde a técnica até a direção. Profissional talentosíssimo, para mim o maior. Muito difícil falar sobre a perda de um amigo, um ídolo, uma referência. O Brasil perdeu o maio comunicador da TV Brasileira, eu perdi um amigo. A vida é um sopro". 

MORTE DE GUGU

Gugu Liberato, 60, teve a morte anunciada nesta sexta-feira (22). Ele morreu em um hospital em Orlando, no estado americano da Flórida, onde estava internado desde quarta (20). O apresentador, que morava em um condomínio nos arredores da cidade, caiu de uma altura de quatro metros, quando fazia um reparo no ar-condicionado instalado no sótão.

Gugu foi encaminhado a um hospital Orlando Health Medical Center. Devido à gravidade de seu estado, não foi indicado qualquer procedimento cirúrgico. Durante o período de observação, foi constatada a ausência de atividade cerebral, segundo a nota de falecimento, que não especifica a data exata da morte.

"Nosso Gugu sempre viveu de maneira simples e alegre, cercado por seus familiares e extremamente dedicado aos filhos. E assim foi até o final da vida, ocorrida após um acidente caseiro", escreveu a família, em nota. Ainda não há detalhes sobre o traslado do corpo para o Brasil. 

Gugu Liberato deixa a mulher, Rose Miriam, e três filhos: João Augusto, de 18 anos, e as gêmeas Marina e Sofia, de 15. 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem