Celebridades

Polícia ouve depoimento de suspeito de agredir assessoras de Felipe Titto em corrida da 99

O ganês se apresentou voluntariamente na 97ª DP, em São Paulo

 
Foto do motorista da 99 que agrediu assessoras de Felipe Titto
Foto do motorista da 99 suspeito de agredir assessoras de Felipe Titto - Reprodução
São Paulo

O motorista do aplicativo 99 suspeito acusado de agredir três mulheres assessoras do ator Felipe Titto, 33, se apresentou espontaneamente na 97º DP (Jabaquara), em São Paulo, segundo a Polícia Civil. 

O suspeito, identificado como Louis, seria natural de Gana e foi liberado após ser ouvido, já que houve flagrante. Em entrevista à GloboNews, ele negou que tenha agredido as três mulheres e afirmou que foram elas que o atacaram. Uma das vítimas também pretou depoimento nesta sexta. 

O caso ocorreu na quinta-feira (7). Jéssica Varrasquim Caetano disse ter levar um murro do motorista, o que teria fraturado seu nariz, enquanto a advogada Thatiane Soares, afirmou ter sido atropelada ao descer do carro. Outra assessora, Elaine Melo, teria sofrido arranhões no peito e nos braços.

As duas pediram uma corrida em Pinheiros (zona oeste) para seguir para a Expo Imigrantes (zona sul) onde o Titto faria uma palestra. Elas contam que ele dirigia de maneira perigosa e freiava bruscamente. Elas pediram para parar o carro, mas ele se negou.

Assim que a corrida terminou, Thatiane abriu a porta para descer e ele passou por cima do pé dela com a roda do carro. A partir daí, começaram mais agressões, e a assessora ainda recebeu chutes do motorista. Ao tentar ajudar a colega, Jéssica levou um soco do motorista, e Elaine ficou tentando apartar a briga. 

"Ainda estou com raiva. É aquela sensação de impotência que a gente sente, apesar de eu ter sido a menos agredida. Estou sentindo as dores da tensão muscular de segurar o homem. A Jéssica acabou de sair da cirurgia e estamos esperando se ela tem a alta. A Thatiane teve que ficar de repouso, e tem que manter as pernas em repouso, contou Elaine, em entrevista ao F5

As três produtoras devem registrar boletim de ocorrência ainda nesta sexta-feira (8). A Secretaria de Segurança Pública informou que, até o início desta tarde, ainda não tinha novas informações sobre o caso ou a identidade do motorista que cometeu a agressão.

No perfil, o motorista (veja foto abaixo) é chamado de Louis e é de Gana. Ele trabalha com carro alugado, segundo informou a assessoria de Felipe Titto. Ele não é brasileiro, embora as vítimas não tenham conseguido identificar a nacionalidade do condutor.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem