Celebridades

Jay-Z processa site por uso de sua imagem em livros infantis

Advogados do artista dizem que empresa usou letra da canção '99 Problems' em produto

Jay-Z no Los Angeles Memorial Coliseum
Jay-Z no Los Angeles Memorial Coliseum - Kirby Lee/USA TODAY Sports
Sydney

Jay-Z, 49, está processando um pequeno site comercial australiano por ter usado seu nome e uma de suas canções em livros infantis.

O rapper apresentou uma ação à corte federal australiana na sexta-feira (22), na qual acusa o site The Little Homie de violar o direito à propriedade intelectual, uma vez que vende um livro de aprendizagem e um caderno de colorir com o título "A B to Jay-Z". 

O jornal australiano The Age afirma que, de acordo com os advogados do artista, a empresa se aproveitou da imagem do rapper e usou a letra da canção "99 Problems".

A contracapa do livro e caderno, apresentados como "inspirados pelo hip hop", usa parte da letra da famosa canção do artista americano. Em cada página dos livros há uma foto de um astro do hip hop e a de Jay-Z aparece na última, para ilustrar a letra Z.

De acordo com o jornal, o rapper solicitou à empresa que parasse de vender os livros em março de 2018, mas o site continuou usando sua imagem e suas letras de forma "deliberada e com conhecimento". 

O uso do nome, da imagem e da letra das canções do rapper "prejudica a reputação e a boa vontade de Carter", afirma a acusação. 

Os advogados do site, assim como os de Jay Z, se recusaram a comentar a notícia. A primeira audiência judicial está prevista para 6 de dezembro.

AFP
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem