Celebridades

Ator Cuba Gooding Jr. enfrentará novas acusações de assédio nos EUA

Vencedor do Oscar por 'Jerry Maguire' foi acusado de apalpar os seios de uma mulher em um bar

Ator Cuba Gooding Jr. na corte de Nova York
Ator Cuba Gooding Jr. na corte de Nova York - Alec Tabak/REUTERS
Brendan Pierson

O julgamento do ator Cuba Gooding Jr., 51, acusado de apalpar uma mulher em um bar em Manhattan, foi adiado na quinta-feira (10), quando os promotores revelaram que haviam apresentado novas acusações contra ele em conexão com outro incidente.

Gooding deve comparecer na terça-feira (15) à suprema corte de Manhattan para se manifestar sobre as novas acusações, que ainda não são públicas, de acordo com o escritório do procurador do distrito de Manhattan, Cyrus Vance.

Gooding ganhou um Oscar de ator coadjuvante em 1997 por “Jerry Maguire” e é conhecido por seus papéis em filmes como “Questão de Honra” e “O Mordomo da Casa Branca” e a minissérie de televisão “The People v. O.J. Simpson”.

Ele deveria ir a julgamento pelas acusações originais na quinta-feira, mas as acusações adicionais significam que o julgamento será adiado. Uma nova data ainda não foi definida.

O advogado de Gooding, Mark Heller, disse que o vídeo do bar onde seu cliente foi acusado de apalpar a mulher “mostra claramente que não houve apalpação ou crime”.

“Claramente, o promotor não estava preparado para ir a julgamento neste caso”, disse ele.

Heller disse que não tinha detalhes sobre as novas acusações.

“Duvido que seja algo crível”, disse ele.

Gooding foi acusado de uma contravenção por toque forçado em junho, depois que uma mulher não identificada disse que o ator havia tocado seus seios em um bar. Ele negou a alegação.

Gooding, que é divorciado, é um das dezenas de homens na política, entretenimento, esportes e no mundo dos negócios que foram acusados ​​de má conduta sexual desde que as acusações contra o produtor de cinema Harvey Weinstein provocaram o movimento #MeToo.

Weinstein será julgado em Nova York no final deste ano, sob a acusação de estupro e agressão envolvendo duas mulheres. Ele negou qualquer sexo não consensual.

Reuters
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem