Celebridades

Sophia Abrahão afirma que namorar Sérgio Malheiros a fez sair da ignorância do racismo

Atriz conta episódio de racismo com os sobrinhos: 'É preciso lutar'

A atriz Sophia Abrahão
A atriz Sophia Abrahão - Reprodução/ Instagram
Rio de Janeiro

Sophia Abrahão, 28, fica com os olhos marejados ao falar sobre episódio de racismo que testemunhou. A atriz afirma ter levado dois sobrinhos negros do namorado, o ator Sérgio Malheiros, 26, para passear e que o gerente de um bar enxotou as crianças do estabelecimento, por não saber que Sophia estava com elas.

A ex-apresentadora do Vídeo Show e atual personagem de “Malhação - Toda Forma de Amar” (Globo) diz que ficou chocada com o ocorrido. Ela conta que o segurança/gerente do local começou a enxotar as crianças.

"Conhecia o cara e achei que ele estava brincando. Eu ria e pedia para ele parar, e os meninos começaram a ficar assustados. Começou a ficar sério até o ponto em que eu falei que os meninos estavam comigo. Aí ele falou: ‘ah! estão com você? ah, não… então fica aí!”. Ou seja: se fossem dois meninos negros, na rua, sozinhos, eles iam ser chutados para fora do bar", relata a atriz.

Ela diz que voltou para casa chorando e que, por estar desnorteada diante da situação, não voltou ao estabelecimento para conversar com o segurança. "O que eu fiz foi proteger os meninos, mas o que quero fazer daqui para frente é dialogar com a pessoa. Isso eu não tive força para fazer na hora. Não basta você não ser racista. É preciso lutar contra o racismo."

Abrahão garante que aprende muito com Malheiros sobre racismo e que ele aprende com ela sobre feminismo. O casal está junto desde 2015. Ela afirma que nunca ouviu declarações racistas por namorar um homem negro. Ela diz, no entanto, já ter notado olhares e atitudes preconceituosas em determinadas situações, como quando eles vão jantar em algum restaurante.

"É como se aquele local não pertencesse ao Sérgio também. Muito triste (...) O Sérgio é muito blindado porque é famoso, então dentro da luta dele ele tem privilégios. Quando reconhecem que ele é um ator, isso é quebrado."

A atriz e apresentadora afirma que não fazia ideia do que era o racismo de verdade, mas que o relacionamento com Malheiros a fez sair da ignorância quanto ao tema. "Agora eu vejo o quão séria é essa questão. E Sérgio consegue ver através da minha ótica o quanto as nossas questões femininas são válidas, urgentes e necessárias.”

DE VOLTA AO INÍCIO

No final de julho, Sophia Abrahão voltou às telinhas em “Malhação”, 12 anos após ter estreado como atriz na novela teen com a personagem Felipa. Junto com ela, entrou o ator Nelson Freitas, 57. 

Enquanto Abrahão interpreta ela mesma, como apresentadora do concurso “Vai no Gás” –reality show musical que promete eleger o maior talento do rap e do funk na periferia do Rio. Freitas vive o executivo Montenegro, que escolhe Raíssa (Dora de Assis) e Nanda (Gabriella Mustafá) como competidoras.

“Quando você tem um personagem, dá para brincar, mascarar as coisas, fazer uma voz, um jeito. É esquisito fazer você mesma. Não é tão simples como parece. Mas estou amando. Fazia tempo que eu não atuava também, né”, afirma Abrahão, cuja última novela foi “A Lei do Amor” (Globo), em 2016.

De 2017 ao início deste ano, esteve à frente da bancada do Vídeo Show, que foi extinto da grade da Globo em janeiro. Ela também foi uma das apresentadoras do reality musical The Voice, entre outros trabalhos. "Sempre disse que tinha amado a experiência como apresentadora e que gostaria de continuar com essa função. Em ‘Malhação’ eu estou como atriz, mas fazendo uma apresentadora."

Feliz de poder voltar ao lugar onde sua carreira começou, a atriz lembra que era muito insegura na época em que atuou na novela teen como a personagem Felipa. "Tinha acabado de fazer 16 anos e mudei para o Rio para isso. Tinha feito um curso de TV em São Paulo, mas não era nada demais. Eu era modelo. Tinha acabado de voltar da China e não tinha experiência nenhuma com atuação. Não sabia nem me posicionar diante das câmeras"

Atualmente, o canal Viva exibe uma reprise desta temporada. Abrahão diz que tem orgulho de sua trajetória, mas que não consegue assistir. “Nossa… É pavoroso”, brinca.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem