Celebridades

Cuba Gooding Jr. se apresenta à polícia em Nova York após acusação de assédio sexual

Ator teria apalpado os seios de uma mulher num bar no último domingo

Ator Cuba Gooding Jr. é acompanhado por policiais após acusação de abuso sexual em Nova York
Ator Cuba Gooding Jr. é acompanhado por policiais após acusação de abuso sexual em Nova York - Eduardo Munoz - 13.jun.19/ Reuters
São Paulo

O ator Cuba Gooding Jr., 51, se apresentou à polícia nesta quinta-feira (13) após ter sido acusado por uma mulher de 29 anos de assédio em um bar de Nova York, segundo informações do canal americano CNN. O artista nega as acusações. 

Segundo o advogado Mark Heller, que representa o ator, ele se apresentou voluntariamente à polícia. “As imagens de vigilância mostram absolutamente nenhuma criminalidade por parte do meu cliente”, completou ele em entrevista à CNN. 

A mulher, cujo nome não foi revelado, afirmou à polícia que estava com amigos em um bar de Manhattan, na noite de domingo (9), quando foi apalpada pelo ator na região dos seios. Ela teria reclamado, o que gerou uma discussão entre ela e Gooding Jr. Ela então diz que deixou o local, e acionou a polícia. 

O ator já havia se envolvido em outro caso de polícia em 2012, quando foi acusado de empurrar uma garçonete em um bar de Nova Orleans. Na ocasião, a mulher afirmou que ele ficou agitado ao ser reconhecido por alguns fãs e acabou empurrando-a quando ele pediu calma. Ela, no entanto, desistiu da acusação. 

Cuba Gooding Jr. venceu o Oscar de melhor ator coadjuvante em 1997, por sua interpretação em “Jerry Maguire: A Grande Virada”. Mais recentemente, ele esteve na série americana “American Crime Story”, em que interpretou o jogador de futebol americano O.J. Simpson, 71, acusado de matar a ex-mulher. 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem