Celebridades

Alice Wegmann cobra posicionamento de Bolsonaro sobre assassinato de músico no Rio

'Seu exército fuzilou uma família', diz a atriz, que questiona 'licença para matar'

Alice Wegmann curtindo New York - Reprodução/Instagram/alice
São Paulo

A atriz Alice Wegmann, 23, usou as redes sociais nesta terça-feira (9) para cobrar um posicionamento do presidente Jair Bolsonaro sobre o assassinato do músico Evaldo Rosa dos Santos no Rio de Janeiro.

O posicionamento veio quando Bolsonaro publicou uma foto sua com uma legenda informando que o governo realizará um “revogaço” nos próximos dias, “anulando centenas de decretos desnecessários que hoje só servem para dar volume ao nosso já inchado Estado e criar burocracias que só atrapalham. Daremos continuidade ao processo. Vamos desregulamentar e diminuir o excesso de regras!”.

Nos comentários, a atriz que está na novela da Globo "Órfãos da Terra" lembrou o presidente sobre a tragédia ocorrida neste domingo (7).

“Boa tarde, senhor Presidente. Foram 80 tiros, mais do que a polícia alemã disparou em UM ANO. Isso em tantos outros cantos do mundo seria tratado com urgência e respeito. Aqui no Brasil, não. O senhor poderia, por favor, se pronunciar a respeito dessa tragédia e parar de fazer descaso com coisa séria?", disse.

"O seu exército fuzilou uma família. Quem cala consente. Continua colocando inocentes em risco, com licença para matar qualquer um e tratando negros e pobres nas condições sub-humanas. Aguardamos seu pronunciamento. Quatro meses de governo e só decepciona o povo brasileiro. OITENTA TIROS”, concluiu. O comentário da atriz teve respostas com opiniões contrárias e a favor.

Comentário de Alice Wegmann em publicação de Jair Bolsonaro
Comentário de Alice Wegmann em publicação de Jair Bolsonaro - Reprodução/Instagram
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem