Celebridades

Vilã em 'Verão 90', Camila Queiroz afirma que feminismo a deixou mais forte e segura

Atriz lembra de assédios sofridos após sucesso em 'Verdades Secretas'

Camila Queiroz é a capa de fevereiro da revista "Glamour Brasil"
Camila Queiroz é a capa de fevereiro da revista "Glamour Brasil" - Divulgação/ Glamour

São Paulo

Capa da edição de fevereiro da revista "Glamour Brasil", a atriz Camila Queiroz, 25, abordou temas como o feminismo e seu casamento com o ator Klebber Toledo, em entrevista à publicação.

 “Já conquistei muita coisa sozinha. É bom ter alguém com quem compartilhar agora, disse a atriz. 

No ar como a vilã Vanessa na novela "Verão 90", da Rede Globo, Camila estourou como atriz em 2015, como a protagonista Angel, da série "Verdades Secretas". Antes disso, ela havia sido recusada em dez testes de elenco. 

Falando sobre suas origens humildes, Camila revelou que sua relação com o dinheiro ainda é bem cautelosa: “Uma vez dei uma entrevista que repercutiu muito, em que disse que nunca compraria uma Chanel enquanto tivesse que andar de ônibus", disse a atriz. "Ainda não tenho meu carro. Nem uma Chanel. Antes de gastar penso: 'Será que na mão da minha mãe esse dinheiro teria um destino mais consciente?'"

Questionada sobre a importância do feminismo em sua vida, Camila revela já ter sofrido assédios na rua: "Como comecei muito nova, ouvi muitas coisas, na rua, o tempo inteiro", conta.

"Depois de 'Verdades Secretas' me lembro de executivos, caras de terno e gravata tentando me paquerar no aeroporto. Na hora a gente não sabe como agir", disse. "Pensa: 'será que vão duvidar? Tirar sarro?'. Fica com medo. Mas, graças ao movimento das mulheres se, Deus me livre, eu passar por qualquer situação me sinto forte para falar, botar a boca no trombone mesmo".

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem