Celebridades

Miguel Falabella diz que improvisos foram essenciais para 'Sai de Baixo', que estreia filme em fevereiro

Ator disse ainda que o personagem Caco Antibes foi uma criação coletiva

Bia Brumatti e Miguel Falabella nos bastidores de 'Annie'
Bia Brumatti e Miguel Falabella nos bastidores de 'Annie' - Reprodução
São Paulo

​Atualmente em cartaz com o musical "Annie", que encerra sua temporada neste domingo (27), no Teatro Santander, Miguel Falabella contou, nos bastidores da peça, detalhes sobre a série "Sai de Baixo", que ele protagonizou entre 1996 e 2002.

Em uma série de vídeos em que mostra as coxias da produção teatral, a colega de elenco Bia Brumatti entrevistou o ator, diretor e produtor.  Parte do elenco infantil de "Annie", Bia pediu detalhes sobre o humorístico que marcou a televisão brasileira.

"Caco Antibes foi uma criação de todo mundo", disse Falabella sobre seu personagem no programa. "Ele já existia no papel, mas o 'Sai de Baixo', todo o programa, só passou a existir depois que os improvisos foram liberados, depois que os atores começaram a brincar e a improvisar e a criar um programa dentro do programa. Aí bombou e aconteceu."

"Era muito engraçado, muito divertido, justamente por isso, porque havia liberdade", completou.

Sobre seu personagem no musical que ele também dirige e produz, Falabella disse que gostou de poder transformá-lo. "Para mim, como comediante, a melhor coisa foi colocar humor nesse personagem. Ele é durão, chato, e eu acho que encharquei o personagem com afeto, com humor."

"Sai de Baixo - O Filme" ​

O sucesso do humorístico foi tanto que, depois de 17 anos, parte do elenco se reuniu para gravar o longa "Sai de Baixo - O Filme", que estreia em 21 fevereiro no Brasil. A direção é de Cris D'Amato, de “S.O.S. - Mulheres ao Mar” (2014) e “É Fada!” (2016). 

O elenco se mantém quase o mesmo, com os principais personagens vividos pelos atores que marcaram esses papéis na TV: Caco Antibes (Miguel Falabella), Ribamar (Tom Cavalcante), Cassandra (Aracy Balabanian) e Luis Gustavo (Vavá).

A história, no entanto, vai além das cenas do apartamento no Largo do Arouche. A trama tem direito a vilão, vivido por Lúcio Mauro Filho, e cenas de ação. Tudo se enrola, claro, por causa de mais um esquema criminoso de Caco Antibes. 

O papel da empregada da casa que já foi feita por Claudia Jimenez e Márcia Cabrita (1964-2017) será de Cacau Protásio, chamada Cibalena. Caquinho, filho de Caco e Magda que nasceu na temporada de 1999, já estará um jovem adulto, interpretado por Rafael Canedo. Lúcio Mauro Filho, Katiuscia Canoro e Castrinho também participam do longa. 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias