Celebridades

Daniel Radcliffe questiona apoio de marido de Gisele Bündchen a Donald Trump

'O mundo inteiro está torcendo contra os Patriots', disse ator

Daniel Radcliffe
Daniel Radcliffe - AFP
 
São Paulo

Daniel Radclliffe, 29, que ficou famoso por interpretar Harry Potter nos filmes da saga, anunciou neste sábado (26) que não irá apoiar o quarterback do time Patriots, Tom Brady, 41, por conta das tendências políticas do jogador.

"Tire esse boné do MAGA do seu armário", brincou Radcliffe. MAGA é a forma abreviada do slogan "Make America Great Again" ("Faça a América boa de novo"), que Donald Trump usou durante a sua campanha política para se tornar presidente.

O ator mencionou a peça em referência a uma entrevista de Brady feita em 2015, em que ele mostra ter em seu armário um desses bonés do atual presidente dos Estados Unidos.

"Eu sinto que esse foi o momento em que, como um país, todos nós pensávamos 'Vamos lá, cara! Você é incrível, não coloque isso aqui", disse ele à revista americana Variety, em referência ao boné no armário.

Fã de futebol americano, Radcliffe disse ainda que não acha que o jogador deveria se aposentar, apesar da idade, mas sim "parar de ganhar".

Em oposição ao time, ele declarou seu apoio no Super Bowl ao Los Angeles Rams, que enfrentará o Patriots na próxima semana. "O mundo inteiro está torcendo contra os Patriots... Desculpe", brincou.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias