Celebridades

Amigos há 30 anos, Ângelo Paes Leme diz que Caio Junqueira 'era muito intenso'

'Espero que ele esteja em um lugar de muita luz e muita paz', disse ator

Caio Junqueira e Angelo Paes Leme
Caio Junqueira e Angelo Paes Leme - Reprodução/Instagram
 
São Paulo

Ângelo Paes Leme, 45, acordou nesta quarta-feira (23) com a triste notícia da morte de Caio Junqueira, seu amigo há 30 anos. "Caio era um grande ator, um grande amigo. Fizemos grandes coisas juntos, descobrimos coisas, somos da mesma geração... Passamos por muitos momentos."

"Existe uma irmandade mesmo entre a gente. Sempre o admirei muito, não só como amigo, mas como artista. Que ele tenha luz nessa caminhada. É uma coisa muito triste", disse o ator, que fará uma participação especial na atual temporada de "Malhação" (Globo).

Caio Junqueira morreu no Hospital Miguel Couto, na Gávea, zona sul do Rio. O ator sofreu um grave acidente de carro no dia 16 de janeiro no Aterro do Flamengo. No dia 17, Ângelo Paes Leme foi visitá-lo e afirmou que estava otimista com a recuperação do amigo.

​Ângelo também relembrou uma viagem que os dois fizeram. "Uma vez fomos de moto para um lugar muito lindo, de muita luz, no alto de um cânion. Chegamos no final do dia. E a gente aproveitou toda aquela paz, naquela altitude. [...] Espero que ele esteja nesse lugar agora. Um lugar de muita luz e muita paz."

Ângelo Paes Leme e Caio Junqueira eram amigos há 30 anos e trabalharam juntos em "O Quinto dos Infernos" (Globo, 2002) e em tramas da Record, como "A Lei e o Crime" (2009), "Ribeirão do Tempo" (2010), e José do Egito (2013).

Caio Junqueira, 42, morreu na madrugada desta quarta-feira (23) depois de ficar uma semana internado no Hospital Miguel Couto, na Gávea, zona sul do Rio. O ator sofreu um grave acidente de carro no dia 16 de janeiro no Aterro do Flamengo

A Secretaria Municipal de Saúde afirmou que o ator morreu às 5h15. Nos últimos dias, Caio Junqueira foi submetido ao menos a duas cirurgias. Na última segunda (21), a mãe do ator, Maria Inês Torres, afirmou que Junqueira havia passado por uma cirurgia para limpar ferimentos pelo corpo e outra na mão direita.

O velório do ator acontecerá nesta quinta (24), no cemitério São João Batista, na zona sul do Rio. No dia 16 de janeiro, Caio Junqueira perdeu o controle do carro e acabou capotando no Aterro do Flamengo. Ele estava sozinho no veículo e teve duas fraturas expostas. 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem