Celebridades

Após processar Eduardo Costa, Fernanda Lima diz que desculpas 'não reparam o mal'

Apresentadora afirma que foi orientada a processar sertanejo para 'evitar agressões futuras'

Eduardo Costa xingou Fernanda Lima de imbecil após discurso feminista da cantora
Eduardo Costa xingou Fernanda Lima de imbecil após discurso feminista da cantora - Montagem
São Paulo

O clima continua pesado entre a apresentadora Fernanda Lima, 41 e o cantor sertanejo Eduardo Costa, 40.

Na noite desta sexta-feira (14), Fernanda publicou em seu perfil no Instagram alguns esclarecimentos acerca do processo que move contra o músico após ser xingada de "imbecil" por Eduardo. 

"Depois de ser difamada, agredida e ameaçada por ele através de um post indignado, procurei orientação jurídica a fim de proteger a mim e a minha família. Fui orientada a processá-lo, pois dessa forma inibiria agressões futura. E assim o fiz", escreveu Fernanda.

"Após eu autorizar o processo, o Sr. Eduardo Costa pediu desculpas através de outros programas a que foi convidado, deixando claro que não se arrepende do que disse e sim da forma como disse", afirmou, referindo-se às desculpas públicas oferecidas por Eduardo em alguns programas de TV.

"Um pedido de desculpa verdadeiro pode até ser louvável, mas ele não repara o mal que fez à vítima", escreveu a apresentadora. "Faz parte do machismo estrutural transformar a vítima em ré. Era justamente esse o assunto do programa Amor & Sexo, que tanto indignou o meu agressor", disse.

ENTENDA O CASO

Tudo começou no começo de novembro, quando, após publicar em seu perfil um vídeo com seu discurso de abertura do programa Amor e Sexo (Globo), Fernanda foi alvo de comentários ofensivos em suas redes sociais. Eduardo foi um dos internautas que se manifestaram.

"Mais de 60 milhões de brasileiros e brasileiras votaram em Jair Bolsonaro e, agora, vem essa imbecil com esse discurso esquerdista", disse o artista na ocasião.

E continuou: "Ela pode ter certeza de uma coisa, a mamata vai acabar, a corda sempre arrebenta pro lado mais fraco e o lado mais fraco hoje é o que ela está. Será que a senhora só faz programa para bandido, pra maconheiro, pra esquerdista derrotado, e pro esses projetos [sic] de artistas como ela?? Bolsonaro não está sozinho, o povo está com ele, e a senhora pode ter certeza, o Brasil vai sabotar é a senhora se DEUS quiser. Sérgio Moro vai começar a ajudar a sabotar, pode esperar kkkk. E tenho dito."

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias