Celebridades

Thiago Martins fala sobre acusação de assédio à segurança: 'a atitude pode ter sido mal interpretada'

Vídeo mostra cantor passando a mão no rosto de mulher durante show pelo grupo Sorriso Maroto

Thiago Martins disse que acusações e críticas servem de aviso para que ele fique mais atento aos seus atos
Thiago Martins disse que acusações e críticas servem de aviso para que ele fique mais atento aos seus atos - Reprodução Instagram

São Paulo

Thiago Martins, 29, aparece em um vídeo chamando a atenção de uma segurança que estava na beira do palco, passando a mão em seu rosto e cabelo durante um show do grupo Sorriso Maroto no último sábado (8).

Frente às acusações de assédio, o cantor publicou um vídeo em seu Instagram comentando o ocorrido e se desculpando. "Eu nunca tive a intenção de faltar com respeito à qualquer profissional. Eu já liguei para a Flávia [segurança], já pedi desculpas para ela e ficou tudo bem, então esse assunto a gente já encerrou. Estou aqui para pedir desculpas para pedir desculpas como homem e como filho à quem eu fiz mal", disse ele. 

Martins continuou dizendo que tem o costume de fazer tal tipo de brincadeira durante seus shows. "Quem pesquisar minha vida vai ver que eu brinco com seguranças, com garçons. Fiquei seis meses no Sorriso Maroto, brincando assim. Enfim, foi uma brincadeira, vou aprender com meu erro."

Na legenda do vídeo, Thiago também escreveu uma retratação, afirmando que modifica letras e interage com pessoas "independente de gênero ou qualquer outra característica", como ele descreve. "Talvez meu erro tenha sido ser brincalhão ou performático demais com uma pessoa que estava trabalhando."

Quanto às críticas, Martins disse aceitá-las como um alerta, para que se mantenha mais atento aos seus atos. "Entendo que a atitude pode ter sido mal interpretada e que alguns acreditem que ultrapassei limites. Por isso, faço questão de esclarecer que jamais tive a intenção de causar constrangimento e muito menos ofender."

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem