Celebridades

Famosas que estiveram em capas de revistas da Abril lamentam extinção das publicações

Boa Forma, Elle e Nova foram alguns dos títulos encerrados

Deborah Secco na capa da revista "Boa Forma"

São Paulo

Artistas que estamparam capas de revistas como Boa Forma, Cosmopolitan, Elle e Nova, lamentaram nas redes sociais a extinção dos títulos, anunciada na segunda-feira (6) pela editora Abril.

A apresentadora Eliana publicou em seu perfil no Instagram uma das várias capas da revista Boa Forma que estampou ao longo da carreira e, na legenda, disse ser "do tempo em que as pessoas gostavam de ir à banca de jornal para comprar o conteúdo que queriam ler".

"Hoje parece difícil sobreviver à era digital. Estas revistas, que já fui capa, e mais 7 títulos deixam de existir. Parece fake news, mas não é! Triste pelo fim destes impressos feitos com respeito e carinho aos leitores", escreveu Eliana, que lamentou ainda a demissão de centenas de funcionários da editora. Segundo a Folha apurou, foram 570 demissões até esta quarta-feira (8).

A atriz Deborah Secco, outra presença constante nas capas dos títulos extintos, publicou uma montagem com nove revistas que estampou em seu perfil no Instagram. Na legenda, disse estar muito triste com o fim da publicação dos títulos. "Num momento em que as editoras passam a nos olhar como os seres humanos que somos e nos apresentar com perfis pessoais, para além da mera fofoca, vem a infelicidade do fim dessas publicações. Uma pena, realmente."

A modelo Monique Evans postou duas capas em que saiu na revista Nova, na década de 1980, e disse estar arrasada com o fim da revista. 

 
 

A nutricionista Bella Falconi, que ficou famosa como musa fitness  nas redes sociais, lembrou a capa da revista Boa Forma que dividiu com Sophia Abrahão e Gaby Amarantos e disse que sempre admirou a publicação. "Sou grata pela oportunidade que a Boa Forma me deu de estampar uma de suas capas. Foi, sem dúvidas, umas das maiores realizações na minha carreira. Vou sentir muita falta de ver a revista nas bancas e confesso que recebi a notícia hoje com o coração partido."

Falconi parabenizou ainda a Redação da revista "que sempre deu o melhor de si para nos trazer um conteúdo respeitável sobre saúde e bem estar".

Duas semanas depois de entregar a gestão do grupo à consultoria de reestruturação Alvarez & Marsal, a Abril começou nesta segunda (6) a implementar cortes de pessoal e de títulos. Além das revistas dedicadas ao mundo fitness e à moda, foram encerradas as publicações Arquitetura & Construção, Casa Claudia,  Minha Casa e Mundo Estranho.

 

Em comunicado no qual anuncia a reformulação, a Abril afirma que passará a "concentrar seus recursos humanos e técnicos em suas marcas líderes: Veja, Veja São Paulo, Exame, Quatro Rodas, Claudia, Saúde, Superinteressante, Viagem e Turismo, Você S/A, Você RH, Guia do Estudante, Capricho, M de Mulher, VIP e Placar". 

O comunicado argumenta que a reformulação do portfólio tem "o objetivo de garantir sua saúde operacional em um ambiente de profundas transformações tecnológicas, cujo impacto vem sendo sentido por todo o setor de mídia".

 
Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem