Celebridades

Após gafe de Alckmin, Eliana dá dica para não ser confundida com Angélica

Presidenciável trocou nome das duas apresentadoras em evento

A apresentadora Eliana - Greg Salibian-24.set.2017/Folhapress Folhapress
São Paulo

A apresentadora Eliana, 44, disse nesta quarta-feira (8) que está acostumada a ser confundida com a colega Angélica, 44, e postou uma imagem em seu perfil no Instagram para ajudar a evitar gafes como a cometida pelo presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB)

Eliana respondeu a piada feita por uma amiga em seu perfil e disse que já foi alvo de confusão em outras oportunidades. "Miga, não é de hoje que isso acontece. Outro dia ele me chamou de Angélica", escreveu.

Na sequência, Eliana postou em seu InstaStories (ferramenta de compartilhamento de imagens que desaparecem em 24 horas) uma montagem com fotos da infância dela e de Angélica para ensinar a Alckmin quem é quem. "Angélica: com pinta. Eliana: sem pinta. Fica a dica", diz a legenda.

Imagem postada por Eliana após ser confundida com a Angélica pelo tucano Geraldo Alckmin - Reprodução/Instagram

O ex-governador de São Paulo cometeu a gafe nesta terça-feira (7) ao cumprimentar a plateia do GovTech Brasil, seminário que reuniu presidenciáveis e foi apresentado por Luciano Huck, marido de Angélica. A apresentadora estava sentada na primeira fila. 

O apresentador Luciano Huck cochicha ao ouvido de Alckmin após ele chamar sua mulher, Angélica, de Eliana   - Joel Silva/Folhapress

O tucano cumprimentou Huck, que estava ao seu lado, e disse que queria "saudar a Eliana". Pouco depois, Huck o interrompeu: "Preciso fazer uma correção, não vai ter jeito", e disse algo no ouvido dele.

Enquanto a plateia gargalhava, Alckmin foi até Angélica e deu um abraço nela. "Essa é imperdoável, viu", corrigiu-se. O apresentador fez piada e mandou "um beijo para a dona Li", referindo-se a Lu Alckmin, a ex-primeira-dama do estado. "Eu fiquei aqui dois minutos [pensando]: Eliane ou Eliana? E era Angélica! Perdão", arrematou o candidato.

Angélica também encarou com bom humor. "Eu morri de rir porque eu não tinha nem percebido", disse à Folha no encerramento do evento. 

Rindo, Angélica falou que aconselharia Alckmin a "usar a tecnologia, o Google", para pesquisar "um pouquinho do passado". "Ele parou... Acho que na época que o Luciano namorou a Eliana não tinha Google, ele não pesquisou", disse ela. 

Huck e Eliana namoraram por cerca de dois anos antes de terminarem em 1999. Na época, boatos deram conta de que teria sido em decorrência de uma traição do apresentador. Ele é casado com Angélica desde 2004.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias