Celebridades

Aos 60 anos, Madonna toca em bares, cavalga em praias desertas e vê futebol em Lisboa

Há um ano em Portugal, cantora não perde jogos do filho no Benfica

A cantora Madonna durante show em Londres, em 2009
A cantora Madonna durante show em Londres, em 2009 - Luke MacGregor-4.jul.2009
Giuliana Miranda
Lisboa

Além do aniversário de 60 anos, agosto marca outra data especial para Madonna Louise Ciccone: completa-se agora um ano que a diva pop americana surpreendeu o mundo ao trocar sua mansão no badalado bairro de Upper East Side, em Nova York, pela vida com os quatro filhos mais novos em Lisboa.

Um dos motivos alegados foi a entrada de David Banda, 12, para as categorias de base do Benfica, maior time de futebol de Portugal. Mas a diva também chegou a citar frustração em relação à política americana.

O garoto foi adotado em 2006, no Maláui, mesmo país em que Madonna encontrou as outras filhas: Mercy James, 12, e as gêmeas Estere e Stelle, 5. As três acompanharam a mãe e o irmão na empreitada lisboeta.


Pianista brasileiro que tocou com Madonna faz sucesso em Lisboa

​Madonna faz 60 anos e ganha de presente homenagem de drag queens no Municipal


"Em geral, as pessoas me deixam em paz em Lisboa. De vez em quando alguém pede uma foto ou um autógrafo, mas circulei bastante e fui deixada sozinha”, disse Madonna, em entrevista à edição italiana da Vogue.

A capa deste mês celebra justamente seu duplo aniversário: os 60 anos de idade e os 12 meses na capital portuguesa. Os filhos mais velhos, Lourdes Maria, 21, e Rocco Ritchie, 18, não acompanharam a trupe. A primogênita estuda nos EUA, enquanto Rocco mora com o pai na Inglaterra.

A casa portuguesa do clã Ciccone é digna da realeza. Após alguns meses vivendo em um hotel de luxo, Madonna e os filhos se mudaram para o Palácio Ramalhete, luxuosa construção do século 17 no bairro da Lapa, um dos mais valorizados da cidade.

Com 16 quartos, piscina, jardins e muitos azulejos, a residência chegou a ser descrita em detalhes pelo escritor Eça de Queiroz (1845-1900), no livro "Os Maias", clássico da literatura lusitana. A propriedade tem academia particular e até sala de música com piano de cauda (que costuma aparecer nas redes sociais da estrela). Mas Madonna não passa suas temporadas portuguesas apenas lá. 

Desde que desembarcou no país, ela tem se dedicado especialmente a conhecer a cena musical lis os de Cabo Verde que agradaram à estrela.

ARTISTA TEM PAIXÃO POR CAVALOS

Apaixonada por cavalos, Madonna costuma aproveitar o sossego e as praias praticamente desertas da Comporta, na região do Alentejo (a pouco mais de uma hora de Lisboa) para cavalgar à beira-mar. Em seu Instagram, não faltam registros desses passeios, seja sozinha ou com os filhos, que também mostram desenvoltura na equitação.

Mais próxima da capital, a região de Sintra, repleta de palácios e monumentos históricos, foi outra que ganhou o coração da “material girl”. Também à revista Vogue italiana, Madonna classificou a cidade serrana como “uma floresta mágica, repleta de energia mística”. A cantora disse ainda que este foi o primeiro local que ela visitou em Portugal.

Vale lembrar que, quando fez 47 anos, Madonna caiu de um cavalo e quebrou três costelas, a clavícula e uma das mãos, o que lhe rendeu uma internação em Londres.

MADONNA JÁ É FREQUENTADORA DE BARES LOCAIS

Conhecida pela vida social agitada, Madonna já virou figurinha fácil no mais antigo e boêmio bairro de Lisboa: Alfama, no centro histórico da cidade. Embora já tenha sido vista em diferentes locais das redondezas, a pop star se encantou mesmo pelo discretíssimo Tejo Bar, no coração do antigo bairro.

Para manter a harmonia com os vizinhos, o espaço tem um a regra que deve ser seguida pelos frequentadores: nada de aplausos, gritos nem assobios. Manifestações de contentamento são feitas simplesmente esfregando as mãos umas nas outras.

 

Com capacidade para pouco mais de 40 pessoas (só metade delas sentadas), o boteco costumava ser frequentado por artistas locais e nomes ligados à música, em especial ao fado. Desde que Madonna passou a integrar a clientela, a pequena porta no número 1 do Beco do Vigário ganhou o mundo.

Com as paredes cobertas por desenhos, sem ar-condicionado e com antigos instrumentos musicais e livros espalhados, o Tejo Bar arrebatou tanto a cantora que ela fez questão de ser fotografada por lá para a atual edição da revista Vogue da Itália.

E há quem jure que já a viu tocando piano mais de uma vez. Dono do bar, o músico cabo-verdiano Jon Luz desconversa e apenas sorri ao ouvir menções à cliente famosa.

TORCEDORA DO BENFICA

Madonna também costuma acompanhar os jogos de futebol do filho, seja no famoso estádio da Luz, casa do Benfica em Lisboa, ou em instalações menores, não raro na periferia ou em outras cidades portuguesas.

Nas redes sociais, ainda é possível ver que a pop star costuma marcar presença nos treinos, vestindo a camisa vermelha do clube e o tradicional cachecol da torcida. Os funcionários do Benfica tentam passar normalidade quanto à presença de David Banda e da mamãe famosa –não fosse pela equipe de seguranças particulares.

POLÊMICAS DE MADONNA

A vida portuguesa de Madonna também já conta com algumas polêmicas, especialmente quanto a um suposto favorecimento que ela receberia das autoridades do país. A primeira confusão, ainda no ano passado, envolveu o visto de residência especial concedido a ela, após reunião com uma ministra portuguesa.

Há poucos meses, um contrato com a Câmara Municipal de Lisboa concedeu a Madonna, por 750 euros mensais (cerca de R$ , o direito de estacionar seus 15 carros de luxo em uma área próxima de seu palácio. Como estacionar ali é algo difícil, não faltaram protestos contra o benefício. Alheia às polêmicas, a americana prepara CD e já avisou: a mudança serve como inspiração.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias