Celebridades

Após deixar prisão, Dado Dolabella rompe silêncio com declaração aos filhos

Ator deve cerca de R$ 196 mil de pensão alimentícia

Dado Dolabella ao lado da filha caçula
Dado Dolabella ao lado da filha caçula - Reprodução Instagram

São Paulo

O ator Dado Dolabella, liberado da prisão após confinamento de meses no dia 6 de abril, compartilhou uma mensagem de amor para os filhos neste domingo (8).

"Tão bom estar de volta. E meu amor por vocês só aumentou", escreveu ele na legenda de uma imagem, publicada no Instagram, em que aparece ao lado da filha Ana Flor, 4, fruto da relação do ator com Juliana Wolter. 

"Aquele vento que não derruba fortalece. Papai está mais forte que nunca! Contem comigo sempre!", continuou ele.

Dado foi preso em fevereiro de 2018 por não pagar cerca de R$ 196 mil de pensão alimentícia ao filho Eduardo, fruto de seu relacionamento com Fabiana Neves. 

Dolabella também agradeceu o apoio da mãe, Pepita Rodrigues, que o visitou enquanto estava detido. "Você é meu chão e minha asa", escreveu. 

NA PRISÃO

Na prisão, em São Paulo, Dado dispunha de uma geladeira própria, trazida do Rio de Janeiro pela mãe.

O artista, que é adepto do veganismo, cozinhava suas próprias refeições com produtos trazidos às quartas-feiras (dias de visita) por Pepita. Legumes, verduras, sucos, frutas e carne de soja fizeram parte do cardápio de Dolabella, que conseguiu um novo discípulo gastronômico nos dois meses de estadia no 33º Distrito Policial.

Os detentos são responsáveis por fazer a comida das cinco celas existentes no local, sendo que em cada uma é servido um tipo de cardápio. Dolabella foi o único que fugiu à regra de não comer da mesma refeição dos companheiros.

"Em outros DPs exclusivos para prisões administrativas como este em SP, as refeições vêm de fora, em marmita mesmo. Dado teve uma sorte grande em cair aqui, e escapar do mesmo tipo de refeição servido pra todos", afirmou um agente carcerário do local.

O ator teve 24 horas diárias de acesso ao pátio reservado para atividades e banhos de sol, sem que precisasse ficar fechado em uma cela. Diariamente era visto se exercitando com equipamentos feito de garrafas pet, ou ajudando em tarefas diárias como cozinhar, lavar banheiro, o pátio e roupas.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem