Celebridades

Após dois meses preso, Dado Dolabella deve ser solto nesta sexta 

Ator é acusado de não pagar pensão alimentícia a um de seus filhos 

Dado Dolabella é preso em São Paulo - Divulgação/Polícia Civil

São Paulo

Dado Dolabella deve ser solto nesta sexta (6), após cumprir dois meses de prisão em São Paulo. O ator é acusado de dever R$ 196 mil de pensão alimentícia ao filho fruto do seu relacionamento com Fabiana Vasconcelos Neves. 

Em nota, a Polícia Civil confirmou a soltura, mas afirmou, nesta quinta (5), que existe outro mandado de prisão, desta vez em regime aberto, expedido pelo 3º Juizado de Violência Doméstica de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. 

"Após o vencimento do mandado de prisão de 60 dias, expedido anteriormente pela 1ª Vara da Família, da Barra da Tijuca, o mesmo será colocado em liberdade já que o novo mandado não restringe sua liberdade", diz o texto enviado ao F5. 

Em fevereiro deste ano, Dolabella foi preso por policiais civis da região de Moema, zona sul de São Paulo, quando deixava o apartamento de um amigo. A detenção de Dado foi determinada pelo juiz Marco Antonio Cavalcanti de Souza, da 1ª Vara de Família de Bangu, no Rio. 

Na época, o ator afirmou que o valor da pensão está errado e de acordo com um salário que ele não recebe mais. "Eu queria dar muito mais para o meu filho. Que pai não quer?", disse em entrevista ao telejornal Hora 1, da Globo.

O novo mandato, entretanto, refere-se a um processo de 2014, quando foi condenado a dois meses e 15 dias de prisão por injúria e dano, após xingar e escrever palavras ofensivas no carro de Viviane Sarahyba, sua ex-mulher.

Dolabella é pai de três filhos, fruto dos seus relacionamentos com a produtora Juliana Wolfer, a publicitária Viviane Sarahyba e Fabiana Vasconcelos Neves. 

A assessoria do ator não respondeu o pedido de entrevista pelo F5. A reportagem também não conseguiu localizar Neves e Sarahyba. 

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem