Celebridades

Sucesso do momento, Jojo Todynho fica indignada com roupa de quase R$ 800: 'Mix de revolta'

Jojo Todynho antes do show "Combatchy", com a Anitta no Espaço das Américas, em São Paulo, em novembro de 2017
Jojo Todynho antes do show "Combatchy", com a Anitta no Espaço das Américas, em São Paulo, em novembro de 2017 - Greg Salibian/Folhapress
São Paulo

Estourada nas paradas de sucesso graças ao hit "Que Tiro Foi Esse?", a funkeira Jojo Todynho, 20, desistiu de comprar um macacão depois de a vendedora da loja dizer-lhe o preço: R$ 799,00.

"Falei po, trabalho tanto, né? Vou gastar um dinheirinho. Vi um macacão lindo. Aí eu fui e perguntei: 'oi, meu amor, tudo bem? Quanto é o macacão?' Ela respondeu: '79'. Falei, 'opa, vou levar'. E ela: 'não, é 799'. Eu falei: 'é mesmo? Ele vai continuar aí na arara'", relatou a artista em vídeo publicado no seu Instagram nesta quarta (31). 

"Não, não, não. Não to insana. Não é pão-durice, não. Gente, vocês não sabem minha revolta, minha dor. As pessoas falam: 'ah, a Jojo tá rica'. Que isso! Eu valorizo meu dinheiro. To desfalecida, desmaiada. É um mix de revolta", completou. 

Em outro vídeo na mesma rede social, Jojo, que parece ter tido um dia de compras, contou seu desespero também com valores de itens de maquiagem. 

"Menina, sete produtinhos de maquiagem. Sabe quanto deu? R$ 1.100,00. E sabe o que eu ganhei de brinde? Um pincel. Quase mandei a mulher enfiar o pincel no rabo dela. Tô revoltada. Só comprei porque a gente tem que ter umas coisas profissionais", disse. 

Numa terceira gravação, Jojo explicou tamanha preocupação com gastos. É que a cantora está reformando a casa de sua avó.  

"Eu tô na canetação aqui da revolta, na mente, porque eu tô fazendo obra lá na minha avó. Com esse dinheiro dá para comprar vários galões de tinta, metros de areia, as pedras, cimento. Obra, você mexe em uma coisa, surge outra. [...] Eu vivo minha realidade. Vivo com meu pé no chão. Tem coisa que é fora da caixinha, não tem condições." 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias