Celebridades

'É agressor', diz Lucas Lima sobre rapaz que puxou cabelo de Sandy 



Nesta segunda (6), o cantor Lucas Lima, 35, falou publicamente sobre um incidente envolvendo sua mulher, Sandy, 34, e um suposto fã que puxou o cabelo da cantora enquanto ela atendia o público. O caso aconteceu no aeroporto de Aracaju, em Sergipe, na última semana.  

"Não é 'fã-agressor', é agressor. Ponto. Triste essa suavização da agressão premeditada. Tem testemunhas. Tem vídeo. Absurdo isso", disse Lima no Twitter. O músico respondia uma notícia do site "Popline" intitulada "Fã que puxou cabelo de Sandy grava vídeo com pedido de perdão: 'não sou psicopata'". 

'É agressor', diz Lucas Lima sobre rapaz que puxou cabelo de Sandy

'AI, MEU CABELO'

Um vídeo que circula pela internet mostra o momento em que o suposto fã, que nas redes sociais se apresenta como Thaigo Leah (o mesmo sobrenome de Sandy), ataca Sandy. 

Enquanto ela autografa um DVD para o próprio Thiago, ele puxa seu cabelo —antes, é possível ouvir a cantora perguntar se o nome do rapaz tem a letra h. Sandy então grita: "Ai, menino, ai meu cabelo". 

Os seguranças reagem e afastam Thiago. Posteriormente, o rapaz disse no Instagram que "agiu por impulso" e que "só queria um abraço". 

O "F5" não conseguiu contato com Thiago. Sandy não se pronunciou sobre o ocorrido. 

CASO ANA HICKMANN

O caso de Sandy lembra o ocorrido com Ana Hickmann em 2016.

A apresentadora e outras duas pessoas foram atacadas por um homem armado no quarto do hotel onde estavam hospedadas em Belo Horizonte (MG). 

O rapaz de 30 anos, que se dizia fã de Hickmann, acertou dois tiros em uma assessora dela —um no braço e outro no abdômen— e foi morto em seguida, após reação do cunhado da apresentadora, que, devido aos disparos, decidiu lutar com ele.

Ferida com dois tiros, Giovana Alves de Oliveira, que é assessora e concunhada de Hickmann, precisou ser hospitalizada.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem