Bichos

Urso polar mata homem na Noruega no sexto ataque registrado na região em 50 anos

Animal foi encontrado morto a tiros pouco depois do ataque

Placa na estrada próximo a Longyearbyen, cidade mais ao norte do planeta, localizada no arquipélago de Svalbard, avisa da presença de urso polar na região - Lalo de Almeida - 02.abr.18/ Folhapress
Oslo

Um urso polar matou um homem no arquipélago norueguês de Svalbard, no sexto ataque mortal do tipo em 50 anos nesta região do Ártico, anunciaram nesta sexta-feira (28) as autoridades locais.

O incidente aconteceu durante a noite, em um acampamento perto de Longyearbyen, a cidade mais importante do território, que fica a 1.300 quilômetros do Polo Norte. Gravemente ferido, o homem, que não foi identificado, morreu poucos minutos depois do ataque, de acordo com as autoridades.

Algumas pessoas abriram fogo contra o urso, que foi encontrado morto no estacionamento do aeroporto local. Em Svalbard o porte de arma é recomendável ao deixar os centros urbanos. De acordo com balanço de 2015, o arquipélago abriga quase 1.000 ursos polares, espécie protegida desde 1973.

Desde 1971 haviam sido registradas cinco mortes em ataques de ursos, a mais recente em 2011, quando um animal atacou 14 pessoas que acampavam como parte de uma viagem organizada pela Sociedade de Escolas Britânicas de Exploração. Um britânico de 17 anos morreu e quatro membros da expedição ficaram feridos. O urso foi abatido.

De acordo com os especialistas, o degelo priva os ursos de sua área de caça predileta, onde existem focas, e os leva a se aproximarem de locais habitados pelo homem em busca de alimento.

AFP
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem