Bichos

Zoológico na Rússia celebra nascimento de 16 filhotes de felino raro

Gatos-de-pallas nascem com olhos azuis brilhantes e, com a idade, cor muda para amarelo

Filhotes de gato-de-palla
Filhotes de gato-de-palla - Instagram/Zoológico de Novosibirsk
São Paulo

O Zoológico de Novosibirsk na Rússia anunciou, através de seus perfis nas redes sociais, o nascimento de 16 gatos-de-pallas, também conhecido como "manul".

“Agora, temos um total de 16 filhotes: uma fêmea teve três filhotes; outra, teve cinco; e a terceira, oito”, anunciou o zoológico, que abriga três fêmeas da espécie. Em seguida, eles deram mais informações sobre o felino natural do sul da Sibéria e da Ásia central, que está ameaçado de extinção.

"A mãe alimenta os filhotes com leite e está constantemente com eles. Os gatinhos se desenvolvem muito rapidamente. No vigésimo dia, seus olhos se abrem. Como se sabe, os pequenos gatos-de-pallas têm olhos azuis brilhantes. Com a idade, a cor muda: primeiro para verde e depois para amarelo. Os bebês começam a provar a carne a partir dos 22 dias de idade. A fêmea permite que seus filhotes andem pela primeira vez com um mês de idade".

Segundo a Sociedade Geográfica Russa, no início dos anos 2000 o país possuía de 3.000 a 3.600 felinos da espécie. Nos últimos 20 anos, o Zoológico de Novosibirsk deu à luz 64 gatos-de-pallas, que mais tarde foram enviados para parques ao redor do mundo.

"Os gatos-de-pallas são animais solitários", diz o zoo. "Devem ser criadas condições especiais para a criação do gato e a preservação de animais jovens. Isso requer conhecimento, experiência e esforço".

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem