Você viu?

Turista morre após receber rajada de vento de avião no Caribe

Além das lindas praias, aviões também são atrações turísticas em Saint Maarten
Além das lindas praias, aviões também são atrações turísticas em Saint Maarten - Divulgação/ Princess Juliana International Airport


Uma turista neozelandesa de 57 anos morreu numa praia do território caribenho de Saint Maarten após ser atingida por uma forte rajada de vento de um avião na última quarta-feira (12). As informações são do jornal "New Zealand Herald".

A tragédia aconteceu no famoso Aeroporto Internacional Princess Juliana, que fica a poucos metros da praia de Maho. De acordo com a polícia, a vítima estava pendurada numa cerca que permite a observação de pousos e decolagens quando foi derrubada pelo vento, causa pela força dos motores.

Segundo a BBC, a mulher foi arremessada para trás pela rajada, chocou-se com uma parede de concreto e sofreu sérios ferimentos. Ela chegou a ser internada num hospital da região, mas morreu horas depois.

Este trecho particular da praia do território holandês é popular entre os turistas, principalmente porque os aviões voam extremamente perto da areia. O início da pista fica a apenas 50 metros da cerca da praia de Maho e a aproximadamente a mesma distância da água do mar.

Sinais de alerta foram espalhados em vários pontos do local instruindo os frequentadores da praia a não se aproximarem da cerca por causa das perigosas explosões de ar dos aviões. Apesar do perigo, uma série de vídeos que circulam pela internet mostram pessoas que se penduram ali --e, em alguns casos, quase são jogadas no chão.

O diretor de turismo da ilha, Rolando Brison, disse ao jornal "New Zealand Herald" que já se comunicou com a família da mulher morta. "Eles reconhecem que o que ela fazia estava errado, em virtude dos sinais de perigo claramente visíveis, e lamentam que o risco terminou da pior maneira possível".

O jornal da Nova Zelândia afirma que o avião que provocou o acidente era comercial --um Boeing 737. Em comunicado, a polícia de Saint Maarten reforçou que agentes visitam a área diariamente para desencorajar os turistas a se aventurarem na cerca perto da pista.

"O desembarque e decolagem de todos os tipos e tamanhos de aeronaves no aeroporto internacional de Saint Maarten é bem conhecido em todo o mundo como principal atração turística", afirma a nota.

"Muitos turistas vêm à ilha para viver as emoções do pouso de aviões que se aproximam voando baixinho acima de suas cabeças, mas alguns seguram a cerca do aeroporto e desafiam a rajada de ventos dos aviões que decolam. Fazer isso, no entanto, é extremamente perigoso", conclui.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem