Publicidade

televisão

Após negociar sequestro, Datena volta ao ar nesta quinta

29/11/2012 - 16h03

Publicidade

DE SÃO PAULO

O apresentador José Luiz Datena vai comandar o programa "Brasil Urgente"nesta quinta-feira (29).

Na edição de ontem, ele deixou a atração após negociar, no ar, a rendição de um homem que ameaçava a mãe e a irmã com uma faca.

Datena disse que estava "emocionalmente abalado" e Marcio Campos o substituiu.

A assessoria da TV Bandeirantes afirmou que o tema deve voltar à pauta hoje.

O sequestro, que aconteceu em Diadema, na Grande São Paulo, terminou bem. Às 18h29, quando o sequestrador se entregou, o programa teve seu pico no Ibope, nove pontos, segundo dados prévios. Cada ponto equivale a 60 mil residências na Grande São Paulo.

A íntegra do programa, no entanto, rendeu apenas 5,6 pontos. A Record teve 5,7; SBT, 6 e Globo, 13. Todos os números são prévios.

Ontem, o programa marcou cinco pontos.

A Band afirmou, por meio de sua assessoria de imprensa, que a conversa com Datena foi solicitada pelo sequestrador à polícia.

"O sequestrador pediu para falar com o Datena e o coronel Zychan que estava à frente das negociações achou prudente entrar em contato com a Band." O sequestrador, chamado Joel, disse que era fã do apresentador. Ao atender a ligação, Datena disse: "Joel é o nome do meu filho".

Datena conversou por cerca de 20 minutos com o homem. "Sou contra esse tipo de coisa. Mas a polícia pediu e eu percebi que era um cara de bem."

O apresentador tentou ainda tranquilizar o sequestrador e prometeu acompanhar o seu caso, após a liberação das reféns.

A assessoria de imprensa da Polícia Militar de São Paulo informou que vai "apurar as circunstâncias" e ressaltou que "o mais importante é preservar vidas".

Divulgação
José Luiz Datena volta ao ar nesta quinta, depois de ter negociado com sequestrador no ar
José Luiz Datena volta ao ar nesta quinta, depois de ter negociado com sequestrador no ar
  • Últimas notícias 
  •  

gostou? leia também

  •  

Publicidade

resumo das novelas

Siga agora o F5 no Twitter

Livraria da Folha