SPFW

Desfile da À La Garçonne retoma elementos do skate, do punk e do grunge, mas trilha sonora mistura funk carioca e música clássica



Selo SPFW

Como o funk e a musica clássica, o desfile da À La Garçonne contrapõe elementos do universo masculino e feminino. Na marca que comanda ao lado de marido, Fábio Souza, Alexandre Herchcovitch abriu, mesmo fora da programação, a semana de moda paulistana.

A apresentação ocorreu no Theatro Municipal de São Paulo, no centro da cidade, na manhã deste sábado (26).

As pinturas à mão em peças garimpadas em brechó, como jaquetas e parcas militares, aparecem novamente, assim como os conjuntos de moletom.

O grunge dos anos 1990 e o movimento do skate aparecem em camisetas da grife Vans personalizadas com o nome da marca, mochilas quadriculadas e calças largas com cintura marcada.

A novidade são os volumes aplicados em tops, minivestidos e saias de seda de estampa florida com referências dos anos 1990, assim como as camisas de flanela.

Herchcovitch brinca com os padrões da vestimenta feminina e masculina trocando seus papéis. A inversão, que acompanha o estilista desde o começo da carreira, marca a coleção da À La Garçonne tanto nas roupas como no styling e na trilha sonora, que misturava a batida do funk com os instrumentos da música clássica.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem