Tony Goes

Em SP, 'Giorgio dos Aliens' fala da carreira e encontra fãs

O ufologo Giorgio Tsoukalos em cenas de "Alienigenas do Passado" Foto: Reproducao
O ufólogo Giorgio Tsoukalos em cenas de "Alienigenas do Passado"


Giorgio Tsoukalos, 39, é um fenômeno do outro planeta. Sem jamais ter cursado história ou arqueologia, o suíço de origem grega e austríaca se tornou uma autoridade nestes assuntos para o público de seu programa "Alienígenas do Passado" —uma das maiores audiências do History Channel.

O papa dos ETs está em São Paulo para um encontro com os fãs, que ocorrerá neste sábado (26) num shopping da cidade. Os ingressos para o evento se esgotaram em poucos minutos.

Com os cabelos meticulosamente arrepiados que se tornaram sua marca registrada, Tsoukalos conversou com o "F5". Revelou que sua obsessão por discos voadores vem desde que era criancinha.

Em vez de contos de fadas, sua avó lia trechos de "Eram os Deuses Astronautas" para ele dormir. O livro de seu conterrâneo Erich Von Daniken foi um best-seller mundial na década de 1970. O pesquisador lançou a polêmica hipótese de que a humanidade estaria em contato com aliens há milhares de anos, e que obras como as pirâmides do Egito ou Machu Picchu teriam sido erguidas com uma mãozinha extraterrestre.

Aos 15 anos de idade, Giorgio Tsoukalos entrou em contato com Daniken —que, a esta altura, já tinhas suas teorias desacreditadas por muitos estudiosos. Mas isto não impediu o rapaz de lançar sua própria revista sobre óvnis. Até que, em 2005 e já estabelecido em Los Angeles, ele abandonou sua antiga carreira de promotor de eventos fitness e passou a produzir e apresentar documentários para a TV sobre o tema que sempre o fascinou.

Lançada em 2010, a série Alienígenas do Passado já está em sua 12ª temporada nos EUA —a oitava estreia no Brasil nesta quarta-feira (30). O sucesso é inegável, mas com ele também vieram as críticas: pseudociência, sensacionalismo, empulhação.

Giorgio não se abala. O que realmente o irrita são os memes que se espalharam pela internet, que sempre o mostram explicando tudo e qualquer coisa com uma única resposta: aliens!

"Eu nunca disse que os aliens eram os responsáveis por tudo o que está aí. Quem construiu as estruturas que conhecemos foram nossos antepassados, seres humanos de carne e osso como nós mesmos. Mas existem algumas coincidências realmente difíceis de explicar pela ciência convencional."

Ele me fala de uma rocha na Austrália que estaria coberta por hieróglifos egípcios —como que eles foram parar lá? Eu então sugiro um programa a ser gravado no Brasil, investigando o mistério que envolve a Pedra da Gávea, no Rio de Janeiro. Seria ela um túmulo fenício, como já se especulou?

Mais do que provavelmente, não. Mas Giorgio dos Aliens sorri, dizendo que vai pensar no assunto.

Tony Goes

Tony Goes tem 56 anos. Nasceu no Rio de Janeiro, mas vive em São Paulo desde pequeno. Já escreveu para várias séries de humor e programas de variedades, além de alguns longas-metragens. E atualiza diariamente o blog que leva seu nome: tonygoes.blogspot.com

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem