Thiago Stivaletti

Quatro coisas que 'Avenida Brasil' tinha que 'A Regra do Jogo' não tem

Como todo mundo, eu amava "Avenida Brasil" (2012). E já disse algumas vezes aqui que estou curtindo bastante "A Regra do Jogo". Mas fiquei tentando entender por que esta nunca vai fazer o sucesso daquela:

Não tem a mocinha vingadora

Se é vilã, a gente fala que é vingativa. Se é mocinha, é vingadora —ela é tão boa que todos os fins justificam os meios. No meio daquela bagunça do Divino, "Avenida Brasil" tinha uma linha reta do começo ao fim: a vingança de Nina (Débora Falabella) contra Carminha (Adriana Esteves), que roubou todo o dinheiro do seu pai. Já a mocinha da vez, Tóia (Vanessa Giácomo) tem como maior meta na vida agora descobrir quem matou seu pai —e reza a lenda que pode entrar na Facção, passando de boa a péssima. Aí não vai sobrar uma pecinha para o espectador se segurar no vendaval de mudança de caráter dos personagens.

<> Galeria de Imagens
36296
Matéria importada do Spiffy News

Atena não é Carminha

Essa é meio óbvia, mas que saudade da mulher que botou o amante pra dentro de casa e quase enterrou a inimiga viva. Mas verdade seja dita: Giovana Antonelli está melhorando a sua Atena a cada dia, menos histérica e com diálogos que já começam a lembrar o da colega: "Pô, achei que a Facção marcasse as reuniões num lugar melhor... Nesse boteco horroroso? Olha aqueles ovos amarelos no balcão, pelo amor de Deus..."

<> Galeria de Imagens
9747
Matéria importada do Spiffy News

A Macaca não é o Divino

Tufão (Murilo Benício) enriqueceu e construiu a sua mansão no meio do bairro onde nasceu e foi criado. Era algo absurdo, mas permitia a toda a família circular no meio dos outros personagens da novela. Agora, Romero (Alexandre Nero) mora em dois apartamentos, um rico e outro pobre, os dois meio isolados do resto da novela, com direito a uma visita ou outra de vez em quando. Para "A Regra do Jogo" ficar divertida mesmo, Romero e Atena tinham que ir morar com a família de Feliciano (Marcos Caruso), ex-seu Leleco. Aí a baderna tava completa.

<> Galeria de Imagens
9327
Matéria importada do Spiffy News

Não tem o "Oi, oi, oi"

Marrom tem aquela voz potente e poderosa que Deus lhe deu, mas ouvir "O soooooooollll!!!!" ao longo de mais de 150 capítulos vai ser dureza. O jogo de xadrez da abertura também é fino e elegante demais. Saudades do kuduro, com aquele bando de sombras sem pé nem cabeça dançando e animando a gente pro belo capítulo que ia começar.


Mas uma coisa "A Regra" tem que "Avenida" não tinha...

Tonico Pereira como Ascânio, o bandido velho e tosco, de roupão branco e pantufa, que não larga a sua cachaça nem na hora de fugir da Facção. Depois de Marieta Severo em "Verdades Secretas", ele é o segundo grande ator de "A Grande Família" a voltar a brilhar nas novelas.

Ascânio (Tonico Pereira)
Ascânio (Tonico Pereira) - Crédito: Pedro Curi/TV Globo

Thiago Stivaletti

Thiago Stivaletti é jornalista, crítico de cinema e noveleiro alucinado. Trabalhou no "TV Folha", o extinto caderno de TV da Folha, e na página de Televisão do UOL. Viciou-se em novela aos sete anos de idade, quando sua mãe professora ia trabalhar à noite e o deixava na frente da TV assistindo a uma das melhores novelas de todos os tempos, "Roque Santeiro". Desde então, não parou mais. Mesmo quando não acompanha diariamente uma novela, sabe por osmose todo o elenco e tudo o que está se passando.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias