Thiago Stivaletti

Por que a prostituição é tabu em 'Babilônia', mas o carro-chefe de 'Verdades Secretas'?

"Muito bem. A sua neta... a Arlete... ela estava se prostituindo."

Quem recebe a notícia da boca do delegado é a ingênua vovó Hilda (Ana Lúcia Torre). Ao fundo, uma trilha gritante de filme de suspense, como a que o "Fantástico" usa para as reportagens sobre psicopatas e serial killers, que indica: este é o ponto alto do capítulo; esta é a pior notícia que uma avó "de bem" pode receber.

Este foi o tom do capítulo da última segunda-feira (29) da novela "Verdades Secretas". Quando ela estreou, o autor Walcyr Carrasco disse, em entrevista ao "F5" : "Peço que os conservadores assistam à novela até o fim, porque acho que eles vão ficar extremamente satisfeitos". Não foi preciso esperar até o fim. "Verdades" reza na cartilha da hipocrisia dos conservadores.

Um cidadão que condena com toda a força a prostituição de uma menina branca de 15 anos, que podia ser sua filha, muitas vezes é o mesmo que procura uma prostituta ao sair do trabalho. Logo depois da cena em que Arlete/Angel chora arrependida para a avó, entrou a abertura da série, com ninfetas se insinuando para a câmera numa meia-luz, ao som de música lounge de motel. Ou seja: prostituição é algo muito errado, mas curtir meninas muito novas sensualizando na TV sentado no conforto do seu sofá não tem problema.

É mais curioso se pensarmos que a Globo não teve problemas em lançar uma série com uma menina menor de idade se prostituindo só três meses depois de cortar as asas da personagem de Sophie Charlotte em "Babilônia" —que iria fazer programa e não fez. Como se vê, a questão nunca é o que está sendo mostrado, mas o como. Se um tema como a prostituição vier acompanhado de um tratamento na linha "isto é moralmente errado", "tire as crianças da sala", "não tente fazer isso em casa", tudo bem.

Para completar o pacote "prostituta de família", Camila Queiroz, 22 anos, que vive Angel, estampa a capa da revista "Quem" desta semana com a frase: "Quero casar e ter filhos até os 25 anos". O que mais uma moça de bem pode querer na vida, não é mesmo? A família brasileira pode dormir em paz depois de ver "Verdades Secretas".

PS: continuo na esperança de convencer o pessoal do Viva a reprisar "Cambalacho" mais cedo. Quem sabe às 23h, antes de "Fera Ferida"... Abri uma página no Face para reunir likes: "Cambalacho mais cedo no Viva". Curta e compartilhe com os amigos!

<> Galeria de Imagens
35279
Matéria importada do Spiffy News

Thiago Stivaletti

Thiago Stivaletti é jornalista, crítico de cinema e noveleiro alucinado. Trabalhou no "TV Folha", o extinto caderno de TV da Folha, e na página de Televisão do UOL. Viciou-se em novela aos sete anos de idade, quando sua mãe professora ia trabalhar à noite e o deixava na frente da TV assistindo a uma das melhores novelas de todos os tempos, "Roque Santeiro". Desde então, não parou mais. Mesmo quando não acompanha diariamente uma novela, sabe por osmose todo o elenco e tudo o que está se passando.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias