Celebridades

Após desembarcar no Brasil, Gisele Bündchen faz pedido para Michel Temer 

Gisele Bündchen desembarcou no Aeroporto de Guarulhos em São Paulo, na manhã dessa terça (13)
Gisele Bündchen desembarcou no Aeroporto de Guarulhos em São Paulo, na manhã dessa terça (13) - Caio Duran/agnews


Após desembarcar no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, na manhã desta terça (13), a modelo Gisele Bündchen usou as redes sociais para fazer um pedido ao presidente Michel Temer. 

"É nosso trabalho proteger nossa Mãe Terra. Michel Temer, diga não para reduzir a proteção na Amazônia", disse a artista no Twitter. 

Nesta segunda (12), Gisele já tinha mandado recado parecido ao mandatário do país — também em publicação no microblog. "Michel Temer, veto as propostas que ameaçariam 600k de hectares de área protegida na Amazônia brasileira". 


PROBLEMA AMBIENTAL

Os textos da modelo, com versões em inglês e português, remetem ao site da ONG WWF Brasil, em campanha pelo veto integral das medidas provisórias 756 e 758 que reduzem a proteção de 597 mil hectares de áreas na Amazônia. Sem alterações, elas foram ratificadas pelo Senado no dia 23 e agora seguem para sanção ou veto do presidente Michel Temer.

A área de conservação mais afetada é a Floresta Nacional do Jamanxim, na região de Novo Progresso (PA), que pode perder 486 mil hectares (37% do total). A mudança prevê que essa área seja transformada em Área de Proteção Ambiental (APA), que permite pecuária e mineração.

No dia 5 de junho, o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, disse que Temer deverá vetar medidas provisórias que reduzem áreas de preservação no Pará.

Segundo ele, o peemedebista "se mostrou sensível" ao apelo da pasta diante de modificações realizadas nas propostas durante tramitação no Congresso Nacional. "Eu acredito firmemente que, no momento adequado, ele vai estabelecer vetos", disse o ministro.




Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem