Você viu?

Urso é visto nas proximidades da mansão de Meghan Markle e príncipe Harry

Outros ursos foram flagrados circulando na região de Montecito

urso
Um urso-negro que foi avistado em Montecito, na Califórnia, próximo ao Parma Park. - YouTube/MontecitoJournal
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Um urso-negro foi avistado nos arredores da mansão onde moram o príncipe Harry, 37, e Meghan Markle, 40. O animal foi flagrado por câmeras de segurança instaladas nos arredores da casa, que fica em Montecito, na Califórnia.

Segundo o jornal Daily Mirror, vizinhos do casal avisaram as autoridades sobre a aparição do urso em outros imóveis da região. Um dos registros feitos pela câmera ainda mostram o urso com uma galinha em sua boca, e Harry e Meghan possuem um galinheiro em casa, como foi mostrado na entrevista com a apresentadora Oprah Winfrey, 67.

Na conversa que aconteceu no ano passado, o casal revelou que seu filho mais velho, Archie, 2, adora galinhas. Por isso, o galinheiro se chama "Hotel das Galinhas do Archie". A presença dos ursos pelas proximidades de Montecito alarmou os moradores da região.

Eles têm escrito avisos pelo local com fotos do urso. "Tem ocorrido vários avistamentos, é preciso se manter alerta!", diz um aviso. "Por favor, digam aos seus amigos alimentando os ursos que eles não são ambientalistas e acabam sendo piores que caçadores da vida selvagem", aponta outro.

Além de serem vistos em quintais e jardins de casas, os ursos também chegaram a ser avistados nas proximidades de duas escolas locais, a Montecito Union School e a Laguna Blanca Lower School. Até o momento, Harry e Meghan não se pronunciaram publicamente sobre a possível aparição de ursos em sua mansão.

Meghan Markle e o príncipe Harry deixaram oficialmente os compromissos da realeza britânica em março do ano passado, após anunciarem que buscavam um “novo papel progressivo”, baseados principalmente na América do Norte, e que seria financiado por eles mesmos.

Embora Harry continue sendo príncipe, o casal decidiu não utilizar seus títulos de “sua alteza real” —e não utiliza desde então a palavra “real” em suas marcas, embora eles tenham dito que não há jurisdição da monarquia ou do governo que os impeçam de usar a palavra no exterior.

O afastamento do casal da família real britânica será contado em um filme, produzido pelo canal Lifetime. A obra "Harry e Meghan: Escaping the Palace" levanta quais foram os motivos que levaram os dois a deixarem seus papéis como membros da família real.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem