Você viu?

Influenciadora é banida do Instagram após fotos diante do caixão do pai dela

Jayne Rivera afirmou que não via nada de errado no que estava fazendo

Influenciadora norte-americana tira fotos em frente caixão do próprio pai
Influenciadora norte-americana tira fotos em frente caixão do próprio pai - Reprodução/NBC
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A influenciadora digital Jayne Rivera, 20, da Flórida (EUA) foi alvo de diversos comentários negativos ao posar para fotos em frente ao caixão do próprio pai, o veterano de guerra José Antonio Rivera, 56, que morreu no dia 11 de outubro . A jovem norte-americana aparece nas fotos usando uma roupa e fazendo poses, uma dela com as mãos em oração.

Rivera disse que seu pai apoiou sua carreira como um 'influenciador em tempo integral', então fez sentido incluir a foto com ele no caixão em sua página do Instagram. Nas imagens, a influenciadora não parece enlutada e faz poses exibindo um minivestido, blazer de uma manga com um decote profundo, meia-calça preta e botas de salto alto.

As imagens rapidamente se tornaram virais no Reddit e no Twitter , ganhando manchetes internacionais enquanto os críticos chamavam seu comportamento de vergonhoso - mas Rivera insistiu para a NBC News: "nada [havia] de errado com o que eu postei, e mantenho isso".

"Estou vendo os comentários, e eles são odiosos e abusivos", disse Rivera à NBC 6 nesta quinta-feira (29). "Eu não senti que havia algo de errado com o que eu estava fazendo. Você não podia vê-lo nas imagens", disse ela, refererindo-se ao corpo do pai, que aparece ao fundo das fotografias.

Dois dias após o funeral do homem, que serviu no Exército norte-americano, no Afeganistão, a influenciadora teve sua conta no Instagram encerrada. Um porta-voz da empresa disse que a providência foi tomada porque a conta violou regras, não pelas fotos.

Rivera disse que não fez nada de errado e tem o direito de sofrer o que quiser por seu pai, que ela disse ter tirado muitas de suas fotos nas redes sociais. "É meu pai e posso postar o que quiser com ele", defendeu. "Ele não ficaria bravo. Acho que meu pai está olhando para baixo, torcendo por mim, dizendo: 'essa é minha garota'", afirmou.

A influenciadora disse ainda que cada um lida com a perda de um ente querido à sua maneira. Segundo ela, algumas pessoas são mais tradicionais e outras podem querer quebrar tabus. Para mim, tratei a celebração como se meu pai estivesse bem ao meu lado, posando para a câmera como ele havia feito em muitas ocasiões antes."

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem