Você viu?

Lisa Li, a glamorosa influencer chinesa acusada de levar vida dupla por viver em local imundo

Imagens que viralizaram mostravam chão coberto por excrementos de cachorro
Imagens que viralizaram mostravam chão coberto por excrementos de cachorro - BBC News/The Paper
Descrição de chapéu BBC News Brasil
Kerry Allen

Uma influenciadora digital chinesa foi acusada de ter uma "vida dupla" depois que a dona do seu apartamento revelou as condições deploráveis nas quais a jovem vivia, o que contrastava com a imagem glamorosa que ela apresentava online.

Imagens que mostravam o apartamento alugado por Lisa Li –uma blogueira com 1,1 milhão de seguidores– repleto de lixo, comida mofada e excremento de cachorro viralizaram na internet. Desde que a filmagem foi publicada, Li pediu desculpas.

POR QUE LI É FAMOSA?

Lisa Li é conhecida na China como uma "wang hong", ou "celebridade digital", no popular microblog Sina Weibo. Os registros dela, como os de muitos influenciadores chineses, é um catálogo de aventuras, festas e experiências gastronômicas estilosas.

Mas desde que a dona do seu apartamento divulgou um vídeo do lugar onde Li mora, na cidade de Xian, no norte do país, ela ficou famosa por outros motivos.

Usuários do Weibo ficaram chocados com o estado do apartamento de Li
Usuários do Weibo ficaram chocados com o estado do apartamento de Li - BBC News/The Paper

O QUE A DONA DO APARTAMENTO FEZ?

Depois que Lisa Li aparentemente ignorou uma série de ligações, milhões de usuários assistiram à dona de seu apartamento, chamada pela mídia de senhora Chen, fazer um tour pelo imóvel. Nele, todos os cômodos estavam imundos.

Chen disse a Pear Video, plataforma responsável pela publicação do vídeo, que até profissionais da limpeza se recusavam a limpar o local, acrescentando que sua inquilina devia milhares de yuans em contas não pagas.

Chen afirmou também que não tinha outra escolha a não ser entrar em contato com a polícia em razão das dívidas e dos danos a sua propriedade. Mas ela chamou a atenção das redes sociais particularmente por mostrar a página Weibo de sua inquilina dizendo: "Esta é uma influenciadora digital com um milhão de seguidores".

Na entrevista emocionada ao Pear Video, Chen disse que a "mulher bonita" exibida na internet contrastava com a mulher "nojenta" que deixou seu apartamento uma bagunça.

COMO LI REAGIU?

Depois que milhões de pessoas viram as filmagens, Li veio a público. Em vez de emitir uma declaração nas redes sociais, a blogueira encontrou-se com a dona do seu apartamento para desculpar-se pessoalmente.

"Tenho total responsabilidade neste incidente", ela disse a Chen. As duas foram filmadas dando um aperto de mãos.

Ela explicou sua ausência ao site de notícias chinês The Paper como resultado de uma agenda apertada, dizendo que deu entrada no hospital na semana passada e depois viajou a negócios.

Li disse ainda que recentemente recebeu um grande número de mensagens no aplicativo WeChat e por isso não viu as de Chen. "Vou limpar agora... vou limpar da noite para o dia", afirmou ao veículo.

COMO OS FÃS DE LI REAGIRAM?

Imagens de Li varrendo cocô de cachorro no apartamento chocaram seus fãs e provocaram piadas na internet. Mais de 60 mil usuários comentaram em sua página, muitos dizendo que estavam deixando de segui-la e chamando-a de fake.

Outros questionaram a sinceridade de suas entrevistas à grande mídia. Os usuários notaram que ela mudou seu usuário na rede social e apagou várias postagens antigas.

É A PRIMEIRA VEZ QUE ALGO DESSE TIPO ACONTECE?

A China está se esforçando para incentivar suas celebridades a serem "socialmente responsáveis".

As autoridades do país preocupam-se com a má influência que esses blogueiros e vloggers possam exercer sobre seus jovens seguidores e têm um histórico de tomá-los como exemplo, argumentando que precisam ser bons modelos para seus fãs, além de preservar uma cultura online saudável.

Em julho, uma vlogger chinesa se tornou alvo de críticas depois que uma falha técnica em uma transmissão ao vivo revelou que ela era uma mulher de meia idade, e não a jovem que dizia ser.

Alguns influenciadores "mal comportados" receberam até penas de prisão. Em outubro de 2018, Yang Kaili, uma celebridade com dezenas de milhões de seguidores, foi detida por cinco dias por "insultar" o hino do país.

A plataforma de transmissão ao vivo que ela usou, Huya, retirou o vídeo e a baniu do canal, dizendo: "As plataformas de transmissão ao vivo não estão acima da lei - a lei e os padrões morais se aplicam de maneira semelhante a elas".

BBC News Brasil
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem