Você viu?

Motorista se nega a dirigir ônibus com as cores do orgulho LGBT na Inglaterra e é suspenso

Companhia colocou letreiros com as cores do arco-íris

ônibus com letreiro colorido
Motorista se nega a dirigir ônibus com as cores do orgulho LGBT na Inglaterra e é suspenso - Twitter/nparkandride
São Paulo

Um motorista da cidade de Norwich, na Inglaterra, foi suspenso por se negar a dirigir um ônibus com o letreiro com as cores do arco-íris. A modificação foi feita para celebrar a semana do Orgulho Gay. 

Os passageiros foram deixados no ônibus pelo motorista que os negou a conduzi-los, segundo reportagem do jornal inglês The Guardian. Ao sair, ele disse que iria trocar de ônibus porque o veículo em que eles estavam "promove a homossexualidade e ele se recusaria a guiá-lo". 

Todos os ônibus da companhia Go East Anglia estavam com os letreiros coloridos por causa do evento. Após o ocorrido, a empresa suspendeu o motorista e disse que investiga o caso.

A empresa divulgou uma nota na quarta-feira (14) sobre o assunto. "A Go East Anglia tem orgulho de seus valores como o de apoiar a diversidade e a inclusão. Nós, particularmente, queremos que nossos clientes se sintam confortáveis, não importa qual seja sua orientação sexual".

A estudante Rebecca Sears, 19, que presenciou o incidente divulgou o fato em seu perfil no Twitter em forma de protesto. "Norwich não aceita a homofobia. Estou ciente de que todos podem ter o seu ponto de vista. No entanto, se você não pode fazer seu trabalho direito por causa de sua intolerância, talvez você precise repensar suas escolhas", escreveu a estudante. 

Sears contou que fez uma reclamação formal à empresa, que já estava ciente do fato. Na nota oficial, a empresa ainda informou: "Como empresa, não fechamos os olhos para qualquer comportamento de nossos motoristas que não esteja de acordo com esse ponto de vista".

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias